The Flyers

The Flyers foi um grupo criado por Antônio Aguillar e que só gravou um disco, que hoje é uma raridade.

Vejam a capa e contra capa do LP lançado pela RCA Victor, com The Flyers.

contra capa LP The Flyers (1)

contra capa LP The Flyers (2)

Este disco está disponibilizado para download no Blog do meu amigo João Pimentel, que recentemente me disse que em 2008 recebeu de Antônio Aguillar a seguinte informação:

O conjunto “The Flyers” era formado por Patinho (guitarra solo), Riverte de Oliveira Santos [Lumumba] ao saxofone; Walfrido Costa Filho [Pulinho] na bateria; Vicente Ferrer Juan [Fafá] no contrabaixo; Guilherme Dotta [Tico] na guitarra-base e João Fernandes da Silva Borges de Miranda [Patinho] na guitarra-solo.

João Pimentel contou-me que na época deste e-mail, disse-lhe Aguillar que já eram falecidos o Lumumba, o Tico, o Fafá e o Pulinho. Quanto ao Patinho, ele não soube informar nada. Ele tinha sumido. Também contou que o Guilheme Dotta tinha o apelido de TICO e pertenceu ao The Flyers, fazendo guitarra base e voz. Antes disso ele era do conjunto musical “Os Rebeldes”, que tinha o Jerry Adriani como um dos integrantes. Depois foi lançado por Aguillar como dupla sertaneja com o seu irmão OIAPOQUE E CHUI e ele chegou a gravar um compacto simples pela COMEP.
O Guilherme Dotta faleceu e deixou muita saudade. Ele chegou a pertencer ao grupo “The Jet Black’s”.

Um ótimo livro sobre a história deste grupo The Jet Black`s foi escrito pelo fundador do conjunto, Primo Moreschi, cujo nome é “O Protagonista Oculto dos Anos 60″.

Eduardo Reis também lançou um livro sobre as formações do conjunto The Jet Black’s.

“Os Flyers tiveram duas pessoas que tocaram com os Jet Black´s, o Tico (Guilherme Dotta) que depois ficou de posse do nome dos the Jet Black´s por anos (até sua morte) e o Nomumba (grande sax tenor) que chegou a tocar e gravar com os The Jet Black´s.” (Eduardo Reis)

Atualmente quem detém os direitos do nome “The jet Black’s”é o músico Edison Della Monica.

The Flyers - componentes
Foto: Riverte de Oliveira Santos [Lumumba] ao saxofone; Walfrido Costa Filho [Pulinho] na bateria; Vicente Ferrer Juan [Fafá] no contrabaixo; Guilherme Dotta [Tico] na guitarra-base e João Fernandes da Silva Borges de Miranda [Patinho] na guitarra-solo.

O LP “THE FLYERS” ( OS VOADORES ), tem as seguintes faixas:

01 – Happy Birthday To You
02 – Le Ciliege
03 – ( Dance With The ) Guitar Man
04 – Werewolf
05 – Canção Do Amor Perdido
06 – La Spagnola
07 – Sul Cucuzzolo
08 – Honky Tonk Song
09 – Love Goodess Of Venus
10 – Twist And Shout
11 – Il Surf Delle Mattonelle
12 – Flyers Surf

O grupo lançou apenas um único disco, mas acabaram se desmanchando, cada um foi para o seu canto. O LP com The Flyers pertencia a uma gravadora de grande peso, a RCA Victor, mas acabou ficando no meio do caminho, mesmo sendo formado por músicos de grande talento e que tocavam muito.
Na época, agora já tão distante, muita concorrência e desacertos prejudicaram músicos e artistas, mas hoje tudo é passado, e quem tinha valor, permaneceu até os dias de hoje.

Artistas da época falam em depoimento sobre o criador do grupo The Flyers e também do The Clevers, que foi o radialista e comunicador Antonio Aguillar.

1 – Depoimento de Sérgio Reis

2 – Depoimento de Roberto Carlos

3 – Depoimento de Antonio Aguillar sobre o Movimento Jovem Guarda

4 – Depoimento de Neno, ex- Clevers, Incríveis e Jordans

5 – Depoimento de Eduardo Araujo

6 – Depoimento de Manito

7 – Depoimento de Neno

8 – Depoimento de Netinho, baterista dos Incríveis

9 – Depoimento de Norival D`Angelo, baterista do Roberto Carlos

10 – Depoimento de Roberto Carlos

11 – Roberto Carlos agradece o Troféu da Rádio Capital

12 – Depoimento de Nelson Ned

About these ads

12 respostas em “The Flyers

  1. Bom dia queremos ilustrar ao cidadão que a máteria acima descrita esta erroneamente comentada. Já há alguns anos a marca THE JET BLACK´S – esta sob a minha titularidade
    EDISON DELLA MONICA – grupo THE SPARK´S e é de conhecimento do sr. Antonio Aguillar – publico e notório. Por favor vamos retificar e temos até CD já no mercado difundindo a marca. Vamos se inteirar das coisas, e esclarecer a opinião publica.
    Inclusive estamos fazendo shows normalmente
    Se precisar de informações me procure no emaill abaixo. Abrços

    • Prezado Senhor Edison Della Monica,

      A informação no post sobre quem detém os direitos do nome The Jet Black`s foi retirada, pois não sei quem os detém, apenas transcrevi a informação recebida de Antonio Aguillar, e afirmo que é do meu interesse informar corretamente aos leitores do meu blog, tanto que tudo que publico, é com o aval dos informantes, como George Freedman, Waldemar Botelho (Foguinho), Raul de Barros, Jerry Adriani, Antonio Aguillar e Eduardo Reis, entre outros.

      Obrigada pelo contato.

  2. ATENÇÃO AMIGOS, DESTES COMPONENTES DO GRUPO THE FLYERS SÓ NÃO SEI DO PARADEIRO DO PATINHO POIS OS DEMAIS JA ESTÃO NO ANDAR DE CIMA,ALGUÉM SABE INFORMAR SOBRE O JOÃO FERNANDES DA SILVA BORGES DE MIRANDA(GUITARRA SOLO)
    ???

  3. Maravilha de post!! Tenho a informação, não confirmada, de que o grande Antônio Ghizzi Rodrigues (Os Atômicos/Os Impossíveis/Tembas 1327/Os Tremendões-bateria/baixo/vocal) também integrou o The Flyers em algum momento de sua carreira. Abçs

  4. Será que alguem que se lembrar poderia fazer a gentileza de comentar algo sobre “Os Terríveis”conjunto que eu integrei na época como guitarrista solo e que antes chamava-se The Youngs?

  5. Parabens sobre todos os comentários de integrantes de grandes bandas de rock intrumental. Mas esqueceram de falar da saudoso, inesquecível e inigualável José Provetti “o gato” o maior guitarrista solo que já vi tocar. Não perdia nada nada para o Nokie Edwards dos Ventures.

    • Sem sombra de dúvida e lhes digo mais. Um dia,ouvindo gravações de The Jet Blacks,The Shadows

      e The Ventures,cheguei à conclusão que fazendo-se uma

      comparação entre os três solistas de guitarra como estou ouvindo

      aos 65 anos,o GATO é ainda melhor do que Nokye Edwards e Hank Marvin.Compartilhe comigo quem achar que eu tenho razão

      pois na mesma época em que essas gravações foram feitas,a tecnologia usada nas mesmas era bem maior tanto nos Estados Unidos como na Inglaterra e aqui,o Gato tirou esse som espetacular que ele

      fazia praticamente na raça.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s