Paul McCartney critica a gravadora EMI

Sexta-feira, 14 de dezembro de 2007, 12:40
Paul McCartney critica EMI em entrevista ao ‘Times’
Depois de 45 anos na gravadora, ex-baixista dos Beatles busca novos rumos profissionais

LONDRES – Em uma entrevista ao jornal britânico The Times, o músico britânico e ex-Beatle Paul McCartney criticou a EMI, gravadora com a qual trabalhou por 45 anos.

“Todos na EMI tornaram-se uma espécie de mobília. Eu seria o sofá; o Coldplay a poltrona”, disse o ex-baixista dos Beatles, mostrando seu descontentamento e o motivo por ter deixado a gravadora, em junho deste ano.

Segundo declarações do ex-beatle, além de se sentir pressionado, Paul estava cansado da rotina: “Você vai a algum lugar, fala com milhões de jornalistas e são sempre as mesmas perguntas. Então eu comecei a pensar ‘Deus, nós precisamos fazer algo diferente’.”

O cantor britânico assinou contrato com a Hear Music e seu primeiro álbum com o novo selo, o “Memory Almost Full”, vendeu, na primeira semana, mais cópia nos Estados Unidos do que qualquer outro trabalho do artista.

Anúncios

2 respostas em “Paul McCartney critica a gravadora EMI

  1. Acabei de ver o vídeo sob o título de “The Beatles by Lucy Zaneti”Qualquer filme que traga as imagens da “Banda Santa” e dos 4 rapazes de Liverpool, com trilha sonora ao fundo lembrando os sucessos perenes é de arrepiar.Para o nosso deleite, o vídeo também trás a narrativa de Lucinha que ficou muito sensual, melosa, gostosa de ouvir, engraçada e fez par com a imagem e som do vídeo. Focou bárbaro!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s