Please Please Me, o Primeiro Álbum Oficial dos Beatles.

LADO A
“I Saw Her Standing There”
“Misery”
“Anna (Go to Him)” (Alexander)
“Chains” (Goffin/King)
“Boys” (Dixon/Farrell)
“Ask Me Why”
“Please Please Me”

LADO B
“Love Me Do”
“P.S. I Love You”
“Baby It’s You” (David/Williams/Bacharach)
“Do You Want to Know a Secret”
“A Taste of Honey” (Scott/Marlow)
“There’s a Place”
“Twist and Shout” (Medley/Russel)

Em 1963, John Lennon disse que o produtor de gravações dos Beatles (George Martin) achou que o arranjo feito por eles estava muito espalhafatoso, barulhento, eles então tentaram deixá-lo mais simples…

Foi o primeiro álbum gravado em estúdio e lançado pelos Beatles em 22 de março de 1963.

“Já estávamos ficando cansados e não conseguíamos encontrar uma maneira de acertar o arranjo. Nas semanas que se seguiram, tentamos diversas vezes. Mudamos um pouco o andamento, alteramos levemente as palavras, e desistimos da idéia de destacar a gaita como havíamos feito em “Love me Do”. Na hora que a sessão estava em andamento estávamos tão felizes com o resultado, nem pudemos gravá-la muito depressa”.

O texto de John Lennon, original:

JOHN 1963: “Our recording manager (George Martin) thought our arrangement was fussy, so we tried to make it simpler. We were getting tired though, and just couldn’t seem to get it right. In the following weeks we went over it again and again. We changed the tempo a little, we altered the words slightly, and we went over the idea of featuring the harmonica just as we’d done on ‘Love Me Do.’ By the time the session came around we were so happy with the result, we couldn’t get it recorded fast enough.”

Trecho do DVD “The Long and Winding Road”, Paul fala sobre “She Loves You”  – a  exigência de George Martin e a teimosia dos rapazes em manter a decisão de lançar a canção:

“Mostramos a George Martin e eu disse: “Ei, George, ouça isso (cantarolando Yeah Yeah Yeah) com o sexto acorde no fim. George disse: Não! Mas, porque não, George? Ele disse: Esse final é bobo e muito antiquado. Eu nunca faria isso.
Paul respondeu: “Nós não entendemos, George, a música é demais”.
George: “É uma sexta”.
Não importa! Mas nós batemos o pé. Bobo ou não este final, nós vamos gravar.
E George continuou a dizer: Mas não devem repetir o coro, é bobo continuar assim e se ninguém gostar?
Ele era sempre assim, sempre dizia: “Não façam isso, não façam aquilo…”.
Então na próxima gravação, quando ele chegava, eu (Paul) dizia: Lá vem o droga do não-façam-isso”.John Lennon havia feito a letra de She Loves You e levou para mostrar a Paul McCartney, que fez toda a melodia. Paul levou a George Martin porque Lennon não quis ir. Se não fosse Paul, talvez She Loves You jamais tivesse sido lançada e, para a época, revolucionou conceitos. É uma grande melodia. O engraçado nisso tudo é que She Loves Youfoi lançada a contragosto de George Martin mas vendeu 15 milhões de cópias em poucas semanas…No Brasil, mais próximo de Please Please Me, foi lançado o LP The Beatles Again, que continha 6 faixas do original.

Capa do álbum "The Beatles Again"

Contracapa do álbum "The Beatles Again"

Anúncios

3 respostas em “Please Please Me, o Primeiro Álbum Oficial dos Beatles.

  1. Beatles Again!!!!!!!!!!
    Hold me Tight…………………. eu a minha turma de doidas ouvíamos com os ouvidos colados na caixa de som, qualquer barulho diferente a gente captava, mesmo que fosse o chiado da agulha entre uma música e outra. Descobríamos sons doidos, a tosse de um deles, o sussurro de um outro e mais alguns detalhes que não consigo lembrar. Tudo era pretexto pra ouvir Beatles e essas audições tinha o caráter de verdadeira festa, não sei como meus pais aguentavam essa loucura, nós não só escutávamos faixa a faixa , como tb repetíamos o que nos desse na telha, e o pior, nós berrávamos mesmo……….. Johnnnnnnnnnnnnnnnnnn, agora o Paul está cantando: Pauuuulllllllllllllllll, Georgeeeeeeeeeeeeeeeeeeee, bem o Ringo era o menos chamado, nem por isso o menos adorado hahahahah. Essa verdade ninguém pode tirar de mim, e tenho super saudades desse tempo, e como tenho.
    Ah, já ia esquecendo….. eu era a Myrian Lennon ( com “Y” mesmo ) John era o meu adorado, fazia até planos de um dia conseguir namora-lo. hahhahahahahahahah.

    • Eita que era assim do Rio de Janeiro ao interiorrrr de São Paulo!!! rsrsrs

      Eu levava os discos e a “Vitrola” portátil a pilha em todo lugar com a tchurminha, e todo mundo queria “ficar” com “um” Paul um dia! Sim, podia ser somente um menino que se chamasse “Paul” e já estaria ótimo!!! kkkkkkkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s