As Canções “Portuguesas” de Paul McCartney

Consta que Paul McCartney escreveu duas canções em terras portuguesas, que foram “Scrambled Eggs”, gravada pela primeira vez em 14 de junho de 1965, e que mais tarde teve seu título alterado para “Yesterday”, e “Penina”, que nunca foi gravada por ele.
Yesterday foi transmitida pela primeira vez ao vivo em 16-08-1965, durante um concerto dos Beatles para a televisão, o Blackpool Night Out.
Foi quando George Harrison apresenta Paul McCartney como se ele estivesse sozinho em um programa de calouros da TV e que era apresentado por Hughie Green, na BBC, e diz que a “oportunidade estava lhe batendo à porta”, em alusão ao título do programa, “Opportunity Knocks”. (“… and so, for Paul McCartney, from Liverpool, “Opportunity Knocks”!).

Paul ficou no palco sozinho com seu violão e interpretou “Yesterday”.
Ao final de sua apresentação, John Lennon também faz uma brincadeira e diz, “Obrigado, Ringo, foi maravilhoso”, trocando o nome de Paul pelo do baterista dos Beatles quando o resto do grupo retornou perante o público.

Apresentação de “Yesterday” no Ed Sullivan em 12-09-1965 (Notem o George apresentando Paul… muito legal!)

Paul McCartney escreveu “Yesterday” após uma viagem à Espanha e de lá foi para Portugal.
Paul escreveu a letra (supõe-se ) durante uma viagem de carro de Lisboa até Albufeira , em maio de 1965. Paul e Jane estavam de férias e resolveram ir até a região do Algarve, a casa onde se hospedaram pertencia ao Bruce Welch ( dos Shadows). Quando Bruce estava se preparando para ir embora, Paul lhe perguntou se ele não tinha uma guitarra que pudesse lhe emprestar, daí começou a tocar a música mais regravada de todos os tempos que, de acordo com o Guiness teve quase (ou mais) de 3 mil versões, só perdendo para “You´ve lost the lovin ´ feeling” em 1999.

Fotos de Jane e Paul na época em que estiveram am Albufeira.

jane blog port1 yesterday

jane blog port2 - yesterday

jane blog port - Yesterday

A princípio a música foi oferecida ao grupo ‘Billy J. Kramer & The Dakotas’ para que gravassem, eles que já haviam gravado anteriormente a canção “Bad to Me”, porém Billy J. recusou a música.

Este grupo gravou composições de Lennon & McCartney, como “I’ll Keep You Satisfied”.

“Bad to Me”

e “From a Window”, entre outras.

Se ao escrever “Yesterday” Paul estava ao lado de Jane Asher, quando compôs “Penina” ele estava ao lado de Linda. As duas músicas foram escritas em Algarve, Sul de Portugal: Penina em Portimão e Yesterday em Albufeira.

“Penina” foi composta por Paul McCartney no Hotel Penina, junto ao Alvor, que fica a Oeste da cidade de Portimão, entre os dias 10 e 18 de dezembro de 1968.
Paul McCartney foi sempre amigo do Algarve e numa de suas estadas por lá, em 1968, o Beatle escreveu “Penina” como explicou no “Club Sandwich Fansite”:

“Fui a Portugal de férias e uma noite, quando regressava ao hotel, já alegrote, resolvi tomar mais uns copos ao bar. Estava um grupo a tocar e eu acabei por ir parar à bateria. O hotel chamava-se Penina e improvisei ali uma canção sobre esse nome. Alguém me perguntou se podia ficar com ela e eu dei-lha. Nunca pensei em gravá-la eu próprio”.

Paul canta um pouquinho dela no projeto Get Back.

E esse grupo chamava-se Jotta Herre, composto por Aníbal Cunha, hoje empresário exportador no sector cerâmico, Rui Pereira, falecido em 1972, Carlos Pinto, hoje presidente da Sony Music em Portugal, e Giuseppe Flaminio, hoje representante da Universal Music na cidade do Porto:

“Naquela noite, juntámo-nos todos à volta de Paul e de Linda, bebemos um copo e então ele propôs: vamos tocar. Passava da uma hora da manhã e o Paul deu um show inesquecível. Tocou sucessivamente piano, baixo, guitarra e bateria. Tocou bateria como eu nunca tinha visto um músico tocar.
Cada vez entrava mais gente na sala. Paul voltou à bateria e pediu “one minute”. Começou a cantarolar e desafiou a malta para tentar acompanhar a sequência harmónica que estava a sair. Eram 4 horas da madrugada e, logo ali, compôs e cantou a música e a letra da canção que nos ofereceu. No fim, pôs-lhe um título, o nome do hotel”. (conta Giuseppe Flaminio)

E assim nasceu Penina, a canção algarvia dos Beatles, gravada pelo grupo Jotta Herre em 1969 no EP Philips, que na contracapa informa o seguinte:
“Os Jotta Herre, que animavam na altura as noites do “Hotel Penina”, no Algarve, tiveram o nome formado pelas iniciais de dois dos seus elementos e ter-se-ão formado em 1963/64 no Porto… Num dia de Dezembro de 1968, pouco depois da meia-noite, Paul McCartney,que estava no Algarve, vai ao Hotel Penina com Linda, futura mulher, para trocar libras por escudos. Depois,foram para o bar onde McCartney acompanhou o grupo, à bateria ou ao piano, e ofereceu-lhes, já perto das 4 da manhã, a canção “Penina”.(é de notar,que eles muito raramente,deram ou fizeram musicas para “outros”…). Entretanto o grupo é contratado pela Philips e lançam um EP (este).”
(detalhe da capa original do disco)
Mas o (único) disco do grupo não teve grande sucesso, vendendo apenas mil cópias.

Foi gravada também pelo cantor Carlos Mendes, neste disco:
Penina - Carlos Mendes

penina contra capa do disco

Neste vídeo podemos ouví-lo cantar:

Fonte desta pesquisa:

– Comunidade do Orkut, We Love the Beatles Forever
– Youtube
– Sites da Internet
– Fotos enviadas por Jenny Wren

Anúncios

3 respostas em “As Canções “Portuguesas” de Paul McCartney

  1. Só quero saber o que eu estava fazendo nesse dia ,e por que eu não estava ao lado dele em Albufeira quando aconteceu esse fato!!!!!- Ora! hahahahahahahah

    Ah, Paul !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s