04 anos sem Meire Pavão: uma Homenagem a ela!

Eduardo Reis, um estudioso e colecionador do grupo The Jet Blacks, fala sobre a cantora Meire Pavão, uma das precursoras do Rock no Brasil, e que foi citada na música “Festa de Arromba”, clássico da Jovem Guarda, com Erasmo Carlos, e que faleceu há 4 anos, em 31 de dezembro de 2008.

Foto: acervo de Albert Pavão

Foto: acervo de Albert Pavão

  • Eduardo Reis Irmã de Albert Pavão, em julho de 64 foi convidada pela gravadora Chantecler a gravar um compacto. Meire assinou com a Chantecler e gravou seu primeiro disco “O que eu faço do Latim?”, de Gianni Morandi, com versão de Theotônio Pavão. Essa gravação de Meire com acompanhamento dos Jet Black’s entrou rapidamente nas paradas de sucesso e tornou Meire bastante conhecida.
    Depois desse primeiro, ela gravou mais três compactos com The Jet Black’s até preparar seu LP A Rainha da Juventude que foi lançado em 1965 e recebeu esse título porque ela foi considerada a cantora jovem mais popular de São Paulo pelo programa de TV Reino da Juventude (Record), de Antônio Aguillar.
  • Eduardo Reis Em 1969 afastou-se da vida artística, realizando o último show na Cervejaria Urso Branco. Voltou a cantar esporadicamente entre 1974 e 1982 participando de gravações de discos infantis.
    Seu último disco foi o compacto duplo Chico Bento, lançado em 1982 pela Polygram.
    Meire Pavão abandonou, definitivamente, a carreira artística em 1983, quando casaria, e mudou-se para Santos.
    Meire faleceu em 31 de dezembro de 2008, vítima de insuficiência respiratória decorrente de um câncer, e enterrada num funeral simples, apenas com a família e amigos.

    Seu irmão Albert Pavão relembra o primeiro sucesso dela…

    O ano é de 1966, o local: TV Excelsior de São Paulo, onde acontecia a entrega de troféu aos “melhores da juventude”.
    Meire Pavão, fechando os olhos e a cantora Rosemary.

    Meire Pavão e Rosemary

    Aqui está uma foto de Meire Pavão num jornal de SP em 1968, quando após temporada na TV Tupi do Rio ela era contratada pela Tupi de SP para participar de uma telenovela.

    Do acervo de Albert Pavão

    Do acervo de Albert Pavão

    Capa da revista São Paulo na TV, de 1965, Albert Pavão e sua irmã Meire Pavão:

    Capa da revista São Paulo na TV, de 1965, eu e Meire

    Genival Melo, escritora Mariazinha Congilio, Wanderley Cardoso e Meire Pavão em um clube de Jundiaí-SP

    Genival Melo, escritora Mariazinha Congilio, Wanderley Cardoso e Meire Pavão em um clube de Jundiaí-SP

    Meire Pavão - Hi Lili

    Meire Pavão - FAB

Um dos vídeos mais visitados de Meire Pavão é este com “Taxman”, música de George Harrison, que os Beatles gravaram em 1966 no clássico LP Revolver; a canção ganhou uma versão de Albert Pavão na voz da irmã Meire Pavão, que gravou a versão no segundo e último LP da carreira solo dela pela RCA Victor em 1966. O acompanhamento é feito pelo grupo Os Lunáticos.
Este vídeo, na verdade um tributo póstumo à cantora, começa com a introdução da música “Threshold”, de Steve Miller e B. Alfred, gravada em 1977 pelo grupo The Steve Miller Band, que traz fotos da cantora nos anos 60. Na sequência, a música “Chame o taxi” mostra cenas de duas partidas do game taxi, intercaladas pelo desenho do videoclipe de “Money for nothing”, de Dire Straits.

Anúncios

4 respostas em “04 anos sem Meire Pavão: uma Homenagem a ela!

  1. Eu me chamo IVAN REIS. Resido num balneário chamado PONTA DA FRUTA, no Município de VILA VELHA, no Estado do ESPÍRITO SANTO. Tenho 69 anos de idade. Sou um compositor capixaba.Tenho inúmeras composições gravadas por grandes nomes da música brasileira tais como Marcio Greyck, Gilliard, Fernando Mendes, Selmita, Carlos Alberto, Trem da Alegria, Atchim e Espirro, Neguinho da Beija Flor, entre tantos outros. Mas tenho muito orgulho de ter COMEÇADO A MINHA CARREIRA em 1967 gravando pela Polydor, duas composições de minha autoria (sem parceiros) na voz da Rainha do Rock Nacional MEYRE PAVÃO. As canções são DEPOIS QUE A BANDA PASSOU e O VOVÔ E A VOVÓ.

    • Muito prazer Ivan Reis, e obrigada por visitar o Blog e também por deixar o comentário, que mostrei ao Albert Pavão, irmão de Meire, que disse, “O capixaba Ivan Reis fez a ÚNICA resposta à famosa “A Banda” do Chico Buarque”, é uma marcha rancho que a Meire gravou acompanhada da Banda do Canecão.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s