Kansas City e a quebra do “Stablishment” por John Lennon!

Adoro as obras dos Beatles e não há um disco sequer deles que eu não ouça, não há uma música que eu não goste…
Eles eram perfeitamente abusados, politicamente ‘incorretos”! Chegaram e mandaram às favas todo o “stablishment” de então, e davam a mínima para a ordem ideológica que havia na Grã-Bretanha!

Ousados, promoveram a contra-cultura e levaram suas músicas às camadas mais pobres da Inglaterra, como o proletariado. Usaram a Beatlemania para causas mais nobres, como em 1965, em Kansas City, quando havia uma forte segregação racial. Negros e brancos foram ao show, mas tinham que vê-los atrás dos cordões de isolamento, separados, por que não podiam se misturar aos brancos.

Foto de Jim Marshall em 1964 - The Beatles U.S. Visit

Foto de Jim Marshall em 1964 – The Beatles U.S. Visit

Ao tomar conhecimento daquela ‘bizarrice”, John Lennon apenas disse (quebrando o “stablishment”!!):

_ “Cantamos para todos porque todos são iguais. Se continuarem com isso a gente vai embora!”

Foi desfeito o cordão de isolamento depois de muito custo! Aí então eles cantaram, foram embora e jamais voltaram àquela cidade (e também a outras que continuaram com a mesma mediocridade).

Eles revolucionaram a música e os padrões de estúdio, eram perfeitos instrumentistas. Eram three-partners, tão usual nos tempos atuais, eles já faziam isso em meados dos anos 60. Inteligentes e bem humorados, nada os abalava quando o negócio era a mídia.

Em 1963, ao chegarem de uma turnê pela Escócia, foram direto para o programa ‘Ready, Steady, Go!” e a repórter, achando que THE BEATLES eram mais um “grupesco” sem noção, direcionou-lhes a seguinte pergunta:

_ Quando as portas do avião se abriram, o que vocês sentiram?
Obviamente ela achava que eles iriam responder que ficaram maravilhados, etc e tal… No entanto, George Harrison apenas respondeu, ironicamente:

_ “Frio!!!” (risos)

Sim!!! Uma pergunta idiota merece uma resposta desse naipe…

Em outra ocasião, mais tarde, ao serem chamados para cantar para a Rainha Elisabeth, ao final da apresentação John Lennon deixou todos no chão..
Virando-se para a rainha mãe e toda a realeza do Palácio de Buckingham, ele, com toda simplicidade, disse:

_ “Para um ultimo número gostaria de pedir a ajuda de vocês; as pessoas nos assentos mais baratos batam palmas e o resto de vocês pode apenas chacoalhar as jóias.”
“For a last number I´d like to ask you a help; the people in the cheaper seats clap your hands and the rest of you can just rattle the jewelry”. (rsrs)

KANSAS CITY – 1964

Esta foi uma apresentação ao vivo no Granville Theater em 09 de outubro de 1964, quando os Beatles filmaram uma apresentação para o Show “Shindig” da TV Americana.
Da filmagem realizada nesta data, foram extraídas as canções “Kansas City”, “Boys” e “I’m A Loser”, tendo sido levadas ao ar pela TV no dia 20 de Janeiro de 1965.

Anúncios

Uma resposta em “Kansas City e a quebra do “Stablishment” por John Lennon!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s