A despedida de Roberto Carlos do seu Programa Jovem Guarda.

Roberto Carlos despediu-se oficialmente do seu Programa Jovem Guarda no domingo dia 17 de janeiro de 1968 e na sua despedida ele apareceu vestindo um terno azul-marinho, paletó esporte, camisa branca olímpica e uma capa preta de gola vermelha muito larga sobre os ombros. Cantou “Quando”, faixa do álbum RC Em Ritmo de Aventura, que havia sido lançado há pouco mais de um mês. Após abraçar os amigos ele voltou ao centro do palco para mostrar a mais nova canção, “Como é grande o Meu Amor Por Você”, e na despedida final ainda cantou a canção símbolo daquela fase do pop brasileiro e que o projetou definitivamente no cenário artístico: ”Quero que vá tudo pro Inferno.”

RC quando 1

A saída de Roberto Carlos do Jovem Guarda foi resultado de um amadurecimento e de uma transformação de sua imagem.

A Record, com a saída de Roberto Carlos do Jovem Guarda, queria que ele apresentasse um novo programa em horário nobre e a ideia inicial era a de que seria O Rei e Eu em dupla com Chico Anísio, mas o programa que ele comandou recebeu o nome de “Roberto Carlos à Noite”.

Na sua última apresentação no Jovem Guarda sua mãe, dona Laura, preferiu não assistir a gravação e só o pai dele, Sr. Robertino Braga, esteve presente.

Na despedida ele cantou a Valsa da Despedida em ritmo de iê.iê, iê. Roberto, Erasmo e Wanderléa foram flagrados por todos os fotógrafos chorando muito, sempre abraçados. O programa passou então ao comando duplo de Wanderléa e Erasmo Carlos.

Andre enviou 3

Continuou sob o comando de Erasmo Carlos e Wanderléa durante o período de 5 meses, mas em junho de 1968, saiu do ar definitivamente!

Na época, Roberto Carlos deu a seguinte declaração sobre o fim do programa:

“A Jovem Guarda não acabou só porque um programa com o seu nome saiu do ar. Isto não quer dizer que o movimento acabou. O Programa Jovem Guarda cumpriu suas finalidades, e até ultrapassou a expectativa desse movimento.
Jovem Guarda quer dizer renovação, porque é sinônimo de juventude, como uma corrida de revezamento, entende? Um vai passando o bastão para o outro, só que esta corrida não tem fim, porque a juventude é eterna, dinâmica, e, graças aos Céus, tem sempre fome de coisas novas.”

Fonte: Site oficial de Roberto Carlos e informações de Vlademir Ferreira, comunidade MC e JG.

Anúncios

9 respostas em “A despedida de Roberto Carlos do seu Programa Jovem Guarda.

  1. JOVEM GUARDA, DESDE O COMEÇO UM FURACÃO DE EMOÇÕES NAS TARDES DE DOMINGO. NUNCA NA HISTÓRIA DESTE PAÍS SE VIU UM PROGRAMA DE TV QUE DAVA QUASE 100% DE AUDIÊNCIA. NÃO EXISTE UM PROGRAMA DE TAMANHA IMPORTÂNCIA NO MUNDO.
    NÓS CANTORES QUE FIZEMOS PARTE DESSE MOVIMENTO, NÃO TINHAMOS A DIMENSÃO DO QUE ESTAVA ACONTECENDO.
    APENAS ÉRAMOS LEVADOS PELAS “EMOÇÕES”, E UMA DAS MAIORES EMOÇÕES PRA MIM FOI QUANDO CANTEI “IO CHE NON VIVO SENZA TE”, DO FESTIVAL DE SANREMO, E NO FINAL DA APRESENTAÇÃO, O PÚBLICO DO TEATRO RECORD ME APLAUDIU DE PÉ! FOI SIMPLESMENTE INESQUECÍVEL. JOVEM “JOVEM” GUARDA!!!!!!!!!!!!!!! ARRIVEDERCI!

  2. Não consegui até hoje esquecer dos meus sonhos de adolescente com aquilo que era máximo em minha vida a jovem guarda,algo que hoje com toda tecnologia e mega shows jamais vai ser algo igual aquele sonho maravilhoso embalado por Roberto Carlos e seus cometas…….

  3. A jovem guarda era um retrato da nossa juventude daquela época, inocentes e até pura demais, que para chegarmos a uma garota, demorava-se muito, porque tínhamos que conquista-la e mostrar todo o nosso amor e amor era o que não faltava naquele palco, comandado pelo nosso Rei, sinto saudades, mas satisfeito de ter vivido naquela geração.

  4. Amigos quando uma pessoa seje lá de que atividade é chamada de Rei é porque algo realmente de muito espetacular essa pessoa consegue passar para o mundo. Por enquanto nos meus mais de 60 anos de existencia só conheci dois Pelé e R.C. tenho certeza que vou morrer sem que surja nada parecido nessas duas atividades, deixo aqui a minha gratidão a esses dois brasileiros fantasticos que alegrou varios e varios finais de semanas da minha adolecencia um abraço!!!!

  5. Pingback: Jovem Guarda 50 anos: Reflexões | WE LOVE THE BEATLES FOREVER

  6. Resumindo bastante o que foi a “JOVEM GUARDA”, para mim foi o movimento mais marcante na minha juventude ou de todos os jovens da época ou de todos os tempos, surgido na televisão por volta do ano de 1965, liderado pelo cantor e compositor Roberto Carlos Braga. Esse movimento se tornou um fenômeno nacional até mesmo mundial da música brasileira, pois chegou em todos os locais de forma alegre e aceitável. Quem viveu essa época pode afirmar “FOI UMA EXPLOSÃO DE EMOÇÕES, ALEGRIAS E MUITA UNIÃO”, não tenho ideias precisas de como ganhou conceito esse inigualável ritmo aceito por todos. Seu término aconteceu no dia 17/01/1968, quando Roberto Carlos, surpreendentemente, apresentou-se no palco de televisão falando para os integrantes: Erasmo, Wandeléia, Jerry, Wanderley, Ronnivon, etc…e, platéia seu afastamento, foi um efeito “dominó”, pois ninguém mais permaneceu. Todos ficaram comovidos com tal decisão, mas permanece vivo até hoje pelos que viveram essa época esse inigualável fenômeno que se tornou o mais importante movimento cultural brasileiro.

  7. Pingback: Especial Jovem Guarda em Vídeos! | WE LOVE THE BEATLES FOREVER

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s