Paulo César Barros faz esclarecimentos sobre a canção “O Tempo Vai Apagar”

Paulo César de Araújo, em seu livro intitulado ROBERTO CARLOS EM DETALHES, publicado em 2006 e logo retirado das prateleiras das livrarias, cita que a melodia da canção de Procol Harum – A Whiter Shade Of Pale, foi transformada em “O Tempo Vai Apagar”, de autoria de Paulo César Barros e Getúlio Côrtes, grande sucesso na voz de Roberto Carlos.

Diante disso, Paulo César Barros explicou que acredita que tenha havido um grande mal entendido quando se falou que “A Whiter Shade Of Pale” foi transformada em “O Tempo Vai Apagar”, pois, transforma-la como? Plagia-la ? Bem, a verdade é que a citação não ficou bem explícita, mas para dirimir qualquer dúvida a respeito, ele mostrou em foto as notas da melodia de O TEMPO VAI APAGAR, para que todos possam ver que não há nenhuma relação entre as duas melodias.

O Tempo vai Apagar - notas

Paulo César escreveu: “Não confundam “MELODIA” com “HARMONIA”. Quando se usa uma determinada “MELODIA” (que são as notas com letra), já existente e assinamos como autor significa ROUBO, PLÁGIO.
HARMONIA são os acordes que acompanham a melodia e é absolutamente “livre”, podendo coincidentemente ou não, ser igual a outra já existente, mas jamais será considerado como plágio.”

Também falou sobre o baixo que executou na gravação da canção “Quando”, no LP Roberto Carlos em Ritmo de Aventura, que muito dizem que tem o baixo copiado da canção “Taxman”, de George Harrison, gravação dos Beatles:
“ O baixo de “QUANDO” foi gravado por mim. Com todo respeito ao nosso grande Sir McCartney, ele nunca foi a minha influência no contrabaixo. Como é de conhecimento do público, a minha história no baixo vem de bem antes dos Beatles. Os caras que realmente me influenciaram foram os americanos da década de 50 e os negros da pré Motown, início dos 60s, portanto esse bass line de “QUANDO” eu já usava no início de 60, não exatamente a mesma disposição das notas, mas aproximadas.”
“Nos anos 60 e início dos anos 70, mais precisamente até 1972, o baixista da banda RC7 era o meu amigo Brunno Pasqual, quando o substituí e permaneci até 1976, aproximadamente.“
“Até então eu só participava das gravações dos discos lançados até 1981, voltando em 2013 para as gravações e seguindo até quando Deus quiser…”

Sobre a polêmica da composição da música, ouçam o que ele diz neste vídeo…

Vide comentários originais no Facebook

3 respostas em “Paulo César Barros faz esclarecimentos sobre a canção “O Tempo Vai Apagar”

  1. Lembrei que a música “Negro Gato” de autoria de Getúlio Cortes foi acusada nos anos 6o de plágio pelo apresentador Flávio Cavalcanti que colocou no ar melodia de “Three Frieds Cats”, uma canção americana de ritmo lento, acusando Getúlio de só ter acelerado o ritmo da canção. São impressionantemente idênticas.

    • Olá Lucas,
      Na verdade o título da canção plagiada é “Three Cool Cats”, de autoria de Jerry Leiber e Mike Stoller, gravada primeiramente pelos The Coasters. Foi também uma das 15 canções gravadas pelos Beatles para a audição na Decca, tendo George Harrison no vocal e Pete Best na bateria.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s