Joe Primo e Bobby de Carlo, precursores do Rock no Brasil!

Neste desenho do artista Francisco Carlos Silva, uma Homenagem aos Fundadores do conjunto The Jet Black’s: Joe Primo e Bobby de Carlo.

Neste desenho do artista Francisco Carlos Silva, uma Homenagem aos Fundadores do conjunto The Jet Black’s: Joe Primo e Bobby de Carlo.

Quando sugeriu para Antonio Aguillar que lançasse seu programa de rádio diretamente do palco auditório da Radio Nacional de São Paulo, Primo Moreschi, mesmo sem ter conjunto de Rock, se comprometeu em trazer “seu conjunto” e fazer alguns testes com prováveis cantores amadores, para com isso preencher um tempo condizente com a duração do programa, uma vez que não teria nenhum cantor profissional além dele e Bobby De Carlo para preencher o horário do programa.
Primo já fazia algum sucesso como cantor, usando o nome artístico de Joe Primo, por que havia gravado em 1961 um 78RPM pela gravadora Todamerica, contendo de um lado “Ela me fez de limão” e do outro, “Água de Cheiro”, composições de Aguiar Rodrigues e dele próprio, Joe Primo.

Por isso Primo já era conhecido do público quando sugeriu a Antonio Aguillar que ele fizesse o programa Ritmos para a Juventude diretamente do auditório da Rádio Nacional.

Bobby de Carlo começava a carreira cantando rock, tendo em 1960 gravado a canção “Oh! Eliana”, de Marcucci, De Angelis e Sérgio Freitas e “Quero amar”, versão de Fred Jorge para música de Deane e Weisman.

Primo atuava como diretor artístico eventual do programa, com a ajuda de Bobby de Carlo, o qual fazia parte do conjunto que eles improvisaram, e que Bobby de Carlo sugeriu que se chamasse “The Vampires”, para soar como The Ventures.

Waldemar Botelho Jr, o Foguinho, que mais tarde se tornaria famoso como baterista dos Jordans, me contou que dias antes de The Vampires estrearem oficialmente no primeiro programa Ritmos para a Juventude, diretamente do palco do auditório da Rádio Nacional de São Paulo, estavam os amigos reunidos numa sexta-feira no Largo Padre Bento em São Paulo tocando violão, entre eles além do próprio Foguinho também o Bobby de Carlo, quando chegou o Primo e disse pra eles: “amanhã, sábado, às 21h, vamos lá à Rádio Nacional no programa “No Mundo dos LP’s”, do Ademar Dutra.”

E eles foram a quatro: Foguinho (caixa), Joe Primo (banjo), Bobby de Carlo (violão) e o Carlão, primo do Joe (piano).

Depois do programa Ademar Dutra recebeu muitas cartas comentando sobre o “conjunto”, cujo repertório era de músicas de Little Richard, Everly Brothers, Elvis, Cliff Richards. Depois desta apresentação aconteceu a estreia do programa Ritmos para a Juventude com o Antonio Aguillar, diretamente do auditório da Radio Nacional de São Paulo, tendo o “FOGUINHO LITTLE FIRE” como cantor, acompanhado pelos The Vampires.

A Estreia

A estreia oficial do conjunto The Vampires portanto se deu no programa Ritmos Para A Juventude, apresentado por Antonio Aguillar diretamente do auditório da Rádio Nacional de São Paulo, e foi logo no programa de estreia, no ano de 1961.

Quem por ventura teve a oportunidade de ler o livro “O Protagonista Oculto dos Anos 60″, de Primo Moreschi, especificamente na pagina 84, se inteirou em detalhes de como foi o inicio meio e fim das apresentações do conjunto no programa “Ritmos para a Juventude”.

Primo Moreschi lembra que o Porteiro da Rádio se chamava Sr. Victório, o qual era pai do técnico de som Luiz Merlo, um amigo particular de Primo e morador da Rua Rio Bonito quase esquina com a rua onde ele morava, a Silva Telles, no Bairro do Braz em São Paulo, Capital.

Em seu livro Primo cita também alguns nomes de cantores que iniciavam sua vida artística e que passaram pelos primeiros testes para se apresentarem no programa, testes estes que ficavam a cargo do Primo, tais como Jerry Adriani, Ilze Aparecida (Cidinha Santos), que lhe foi recomendada pelo apresentador da Rádio Nacional chamado José Rosa, alias foi a única menina a se apresentar nesse primeiro programa acompanhada pelos Vampires, que já se formavam com os seguintes elementos: Joe Primo, Bobby De Carlo, Carlão, Zé Paulo e Jurandi.
Outro cantor que foi citado no livro de Primo é o cantor Baby Santiago, compositor da música Rock do Saci, que depois foi gravada por Demétrius.

Já na pagina 99, Primo conta que mesmo antes do sucesso alcançado pelo conjunto, Jurandi, Zé Paulo e Gato faziam cara feia e apontavam o polegar para baixo quando ele dizia para continuarem participando do programa Ritmos para a Juventude. Conta também que Antonio Aguillar, percebendo que estava ficando cada vez mais difícil contar com o The Jet Black´s para acompanhar os cantores em seu programa, houve por bem criar um conjunto com o qual pudesse sempre contar em seu programa, atitude esta de Aguillar que foi tal qual um tapa com luvas de pelica que Primo levou por tabela, sem merecer, uma vez que ele era o idealizador e fundador do grupo The Vampires e não media esforços para manter sua palavra e alavancar o sucesso daquele que depois se tornaria o famoso conjunto The Jet Black´s…
Antonio Aguillar na época então formou um conjunto que recebeu o nome de The Clevers, mas esta é outra historia…

Entrada do Gato no Conjunto e a mudança do nome

Certo dia Joe Primo viu um rapaz mexendo em um piano dentro dos estúdios onde The Vampires, formado por ele, Joe Primo, Bobby De Carlo, Carlão, Zé Paulo e Jurandi, ensaiavam os futuros participantes que iriam se apresentar no Programa Ritmos Para A Juventude.
Este rapaz era José Provetti, um ilustre desconhecido que tirava alguns acordes do piano num canto do estúdio.

Primo lhe perguntou se ele sabia tocar piano, ele disse que arranhava um pouco, então o convidou para tocar no conjunto e ele aceitou; Gato começava sua brilhante trajetória como músico, destacando-se não como pianista, mas sim como um dos maiores guitarristas do Brasil.

Na semana seguinte, Primo teve a ideia de sugerir a um dos participantes amadores que ele havia testado e aprovado para participar do programa Ritmos para a Juventude que trocasse seu nome e lhe cedesse o seu para colocar no conjunto, usando as seguintes palavras:

“Vem cá Jet Black! Você não quer trocar de nome com a gente?”

O rapaz, com humildade e todo sorridente, respondeu prontamente que sim, que trocava. Foi então que Primo sugeriu que por ele ser magro e pequeno deveria se chamar Little Black, e eles do conjunto, passariam a se chamar The Jet Black´s!

Cerca de duas semanas antes deste acontecimento, Gato já fazia parte do conjunto que ainda tinha o nome de “The Vampires”.

Um dia antes dessa atitude do Primo em pedir ao cantor Jet Black para trocarem de nomes, Primo estava reunido com alguns amigos na praça Padre Bento, no largo Santo Antonio do Pary, entre eles Serginho de Freitas e Bobby De Carlo, ouvindo o Programa Voz da América do Carlos Alberto Lopes, conhecido pelo apelido de Sussego, e eles escutavam em um radiozinho de pilha chamado Spik, muito em moda naquela época, e Primo comentou com o Bobby e o Sérgio sobre o sucesso que um rapazinho apelidado de Jet Black, que estava na faixa de seus 17 ou 18 anos, estava fazendo quando se apresentava no Programa “Ritmos para a Juventude”, e comentou com eles sua vontade de sugerir ao Jet Black cantor a troca de nomes. Tanto o Serginho quanto o Bobby De Carlo acharam ótima a ideia, mas aventaram a hipótese de Primo receber um sonoro “NÂO” da parte dele.
Foi assim que no dia seguinte Primo criou coragem e, durante os ensaios na Rádio Nacional, chegou para o cantor e se atreveu a sugerir a ele a troca de nomes.
Somente depois de ter recebido o sim como resposta, democraticamente Primo fez o comunicado aos companheiros de grupo, Gato, Zé Paulo e Jurandi, perguntando se eles estavam de acordo com a troca do nome The Vampires para The Jet Black´s.

Esta é a verdadeira história construída a duras penas por Primo Moreschi, comprometendo até sua saúde, a qual acabou por ser o estopim de um emaranhado de ingratidão por parte de quem ele tirou do anonimato e elevou artisticamente aos píncaros da glória…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s