O Reencontro de dois Pioneiros do Rock no Brasil!

Antonio Aguillar nasceu em São José do Rio Preto (SP) e foi para São Paulo em 1948, conduzindo uma câmera tipo fole.
Passou a fotografar amigos, famílias, e os desfiles de 7 de setembro, até conseguir um emprego num jornal semanal de São Paulo.
Em 1949 fazia fotos “free” para jornais e revistas até chegar o ano de 1950, quando por concurso, entrou para o jornal O Estado de São Paulo, onde trabalhou como repórter fotográfico até 1960.
Em 1960 foi para o rádio, destacando-se como locutor comercial, produtor e apresentador de programas ao vivo na televisão, permanecendo durante 20 anos na Rede Globo de Televisão de São Paulo. Nessa trajetória lançou em discos e projetou muitos astros e estrelas tais como: Roberto Carlos, Sérgio Reis, The Jordans, The Jet Blacks, The Clevers “Os Incríveis”, Jean Carlo, Marcos Roberto, Wanderley Cardoso, Jerry Adriani, Eduardo Araújo, Os Vips, George Freedman, Paulo Sérgio, Carlos Gonzaga, etc.
Atualmente reside em São Paulo, onde há onze anos mantém um programa na Rádio Capital, chamado “Jovens Tardes de Domingo”.

George Freedman chegou ao Brasil juntamente com sua mãe, sua tia, seu primo e a avó materna, vindos da Alemanha, no dia 01 de setembro de 1947 e em dezembro de 1962 lançou seu primeiro LP, o Multiplication.
Antonio Aguillar foi o produtor do LP Multiplication de George Freedman, e desde 1962 começou a cuidar de sua vida artística.
No LP Aguillar escreveu assim na contracapa:

“George Freedman, este autêntico “ídolo dos brotos do Brasil”, está tão somente começando sua fulgurante carreira em nossa terra.
Este LP, que leva o nome de “Multiplication” diz bem, em seu íntimo, do muito que irá obter, de sucessos indiscutíveis, este jovem alemão de nascimento e brasileiro de coração. Muitas vezes irá se multiplicar a popularidade deste “astro” – galã da nossa juventude sadia e feliz, que sonha ser um dos melhores atores do cinema pátrio, agora, em tamanha ascensão internacional. O seu contrato com a RGE é exatamente a tecla que irá bater no coração de suas fãs. O ex-estudante de química industrial, que abandonou a sala de aula para vir a ser o expoente de nossa música popular juvenil, dá assim o passo definitivo para a maturidade artística. O adolescente que chegou ao Brasil com tantas ambições recebe assim o seu diploma de consagração.

A sua Berlim natal, tão sofrida e maltratada, ficou para trás; e hoje, São Paulo é quem detém todos os momentos do extraordinário cantor. Aqui é que se vai amoldar a personalidade definitiva deste cartaz fabuloso, que os paulistas admiram e o Brasil inteiro quer bem.

Atentem para esse detalhe: este LP vai entrar para a historia!

Sim, para a historia da música, por que aqui está reunido um repertório bem variado e bem a gosto do público jovem.

E… então, comecemos pela primeira faixa do lado A; você vai ver que não me enganei… tá?

George Freedman já estava fazendo sucesso no Brasil com seu LP quando viajou para a Alemanha onde foi reencontrar seu pai, que havia sido prisioneiro de guerra e estava de volta à Alemanha.

Freedman viveu cerca de seis meses na Alemanha e retornou ao Brasil em 1963.
Ao chegar aqui, reencontrou o amigo Antonio Aguillar e recomeçou sua carreira artística.
Gravou mais um disco na RGE e foi para a Continental. Depois parou de gravar porque o mercado havia mudado, e foi então que Carlos Imperial o chamou para trabalhar com ele como Secretário na TV Excelsior Canal 9.

O tempo passou e os amigos perderam contato após George Freedman sair do cenário artístico em 1972, porém com o advento da Internet e as redes sociais, os dois amigos voltaram a se encontrar em 2012.
Eu costumava fazer pesquisas sobre as gravações de George Freedman e lendo a capa do seu disco descobri que havia um nome que supus ser de seu empresário na época e me interessei em fazer uma busca no Google. Foi quando encontrei Antonio Aguillar.

Ontem, durante o Show realizado por Antonio Aguillar no Club Homs em São Paulo, com a participação de vários artistas da Jovem Guarda, George Freedman foi um dos convidados e finalmente pude tirar uma foto que há muito eu aguardava, que é esta dos dois amigos juntos…

Antonio Aguillar e George Freedman em 22/08/2015

Antonio Aguillar e George Freedman em 22/08/2015

Show 50 anos JG - George Freedman Aguillar no palco Homs 1

George Freedman, Antonio Aguillar e o Alfaiate Thomazini

George Freedman, Antonio Aguillar e o Alfaiate Thomazini

A apresentação de George Freedman no Show 50 anos da Jovem Guarda!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s