Show em Comemoração aos 50 anos da Jovem Guarda: Fotos e Vídeos

Sábado, dia 22 de agosto de 2015, comemoramos os 50 anos do primeiro programa Jovem Guarda levado ao ar pela TV Record Canal 7 de São Paulo, e para comemorar a data, o radialista e precursor da Jovem Guarda, Antonio Aguillar realizou em São Paulo no Club Homs, com muita desenvoltura, este evento que contou com a presença de vários cantores que pertenceram ao movimento e que também estiveram presentes no programa comandado por Roberto Carlos, Erasmo e Wanderléa.

Estiveram presentes Jerry Adriani, Wanderléa, George Freedman, Martinha, Cyro Aguiar. Enza Flori, Os Jovens, Ronald e Deny, Cláudio Fontana, Cláudio Roberto, Demétrius, Ary Sanches, Joelma Giro Montanaro, Dick Danello, Nilton César, Ed Carlos, The Clevers, Jonas Backer, cantor de bossa nova e pertence a OMB – Órdem dos Músicos do Brasil, entre outros artistas da Jovem Guarda e também um convidado especial: Cauby Peixoto!

Vejam aqui fotos com os artistas:

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10207153267011870.1073741888.1288187940&type=1&l=f1a5e6ac2d

Bolo dos 50 anos da JG

Registros em Vídeos

Parte 1
Antonio Aguillar e The Clevers – Abertura

Parte 2
Nilton César

Parte 3
Jerry Adriani

Parte 4
Dick Danello

Parte 5
Demétrius

Parte 6
Joelma

Parte 7
Ary Sanches

Parte 8
Enza Flori

Parte 9
Os Jovens

Parte 10
Ronald Antonucci e Deny D. Dino

Parte 11
Martinha

Parte 12
Cauby Peixoto

Parte 13
Cláudio Claudio Fontana

Parte 14
George Freedman

Parte 15
Ed Carlos

Parte 16
Wanderléa

“FOI UMA VERDADEIRA FESTA DE ARROMBA. NO FINAL A WANDERLÉA APAGOU A VELINHA DE 50 ANOS DA JOVEM GUARDA. A BANDA THE CLEVERS TOCOU A MUSICA PARABÉNS A VOCÊ E A PLATEIA CANTOU NUMA SÓ VOZ OS PARABÉNS A VOCÊ EM HOMENAGEM AO MOVIMENTO MUSICAL MAIS BADALADO DO PAIS. VEJA OS MOMENTOS FINAIS DO SHOW. SUCESSO TOTAL…OBRIGADO SENHOR.” (Antonio Aguillar)

“Gostaria de parabenizar ao Antonio Aguillar, pelo sucesso do show dos 50 anos da JG. Ele conseguiu lotar o salão do Clube Homs. O público vibrou e cantou com os artistas, do começo ao fim. Agora, outro, só daqui há 25 anos. A Célia, esposa do Antonio Aguillar, não parou por um minuto sequer que, como boa anfitriã, cuidou para que todos se sentissem à vontade. Enfim, uma festa de grande sucesso, como sempre foi na Jovem Guarda. Parabéns, amigo e “timoneiro” da juventude!!!” (George Freedman)

Bolo - cantando os parabéns

3 respostas em “Show em Comemoração aos 50 anos da Jovem Guarda: Fotos e Vídeos

  1. Pingback: Dados Biográficos de Antonio Aguillar, “O Timoneiro da Juventude Feliz e Sadia”! | WE LOVE THE BEATLES FOREVER

  2. Ola! Lúcia Zanetti,
    Muito me alegra ter encontrado através desta maravilhosa tecnologia de ponta, a internet, este seu maravilhoso e romântico blog.
    Sou cantor romântico e cantei na noite nos anos 80/90, na cidade de Paracatu/MG. Moro atualmente em Belo Horizonte.
    Fiquei feliz mesmo e vou repassá-lo a outros meu contatos, que tenho a certeza de que vão gostar muito.
    Abaixo uma de minhas inspirações numa manhã de domingo quando então o nosso querido Rei Roberto Carlos fazia seus 50 anos de carreira. Enviei então a um outro amigo virtual, que administra este Portal: http://www.portalsplishsplash.com/2010/03/tributo-roberto-carlos-bottary-belo.html
    Um Abraço e serei doravante mais um navegador deste blog.
    Tenha um bom domingo!
    Bottary

    ___________________________

    Tributo a Roberto Carlos – Bottary – Belo Horizonte-MG

    Jovens Tardes de Domingo

    Por Geraldo Botari de Oliveira

    Que saudades!

    Como foi bom e como é bom lembrar daquelas tardes de domingo!

    Ah! Bom! Se se trata de 50 anos de carreira do Rei, para mim parece que a Jovem Guarda acabou há 5 anos.

    Não consigo, não quero e na verdade nem posso esquecer de sempre lembrar daquelas tardes. Ficávamos esperando chegar o domingo.

    Lembrar aquelas tardes é como ainda nos alimentarmos daquilo que seria o que de mais sublime poderia existir aos jovens daquela época e do que seria de mais romântico nos anais da Música Popular Brasileira, bem como do Rock Brasileiro. É sorver-se ainda do aroma agradável que existia no éter daquelas tardes. Inalavam-se aromas diferentes e eternizantes, todos os que participaram direta e indiretamente daquele movimento romântico jovemguardista.

    Em minha casa, na cidade de João Monlevade/MG, sentava-me na cadeira com almofada para assistir, em preto e branco, o show do Roberto, Erasmo, Wanderléia, Ronnie Von, Renato e seus Blue Caps, Martinha e outros mais. Era tudo o que poderíamos absorver de melhor no âmago do ser, acerca do que seria uma boa música.

    ” – Bicho! Tudo aquilo era uma brasa, mora!”

    As canções românticas indicavam que a moda era conquistar o “broto legal”.

    COMO É GRANDE O MEU AMOR POR VOCÊ!.

    COMO poderíamos esquecer aqueles dias? É claro que não faz sentido.

    GRANDE era o público jovem espectador e telespectadores. O Brasil inteiro “plugado” naquele movimento que tinha um Calhambeque como co-protagonista.

    O MEU passatempo, quiçá também o seu, o nosso tempo, naquelas tardes.

    AMOR era e sempre foi a palavra de ordem do Rei Roberto.

    POR todos os seus “súditos”, nunca mediu esforços, para lançar sua nova mensagem musical de Amor e Paz.

    VOCÊ(s) pode ou podem não acreditar, mas sinto-me ainda num clima de Jovem Guarda, guardando até os dias de hoje, no meu coração, as eternas canções que ele fez pra nós.

    Ao nosso Rei Roberto Carlos, eu gostaria de expressar aqui os meus sinceros desejos de que viva por muitos anos, cantando sempre seu brilhante e romântico repertório, com toda essa energia positiva, de uma eterna juventude.

    Um brilho intenso e diferente de todos os artistas daquela época e movimento, ainda permanece na egrégora mental de muitos daquela época jovem, do romântico anos 60.

    Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderleia, bem como toda aquela romântica juventude, são para mim, pra você e penso que para todos nós, o símbolo máximo do romantismo moderno, agradável de se ouvir. Fui, naquela época, nos anos 70, 80 e um pouco do 90, um cantor romântico, prático, amador e, não obstante não ter aprendido tocar sequer um instrumento, tinha e tenho até hoje, nas minhas cordas vocais, o talento de que precisei, para interpretar aquelas músicas que marcaram épocas.

    Deus emprestou-me somente estas cordas e inspirou-me numa vontade enorme de estar sempre cantando para o meu seleto público.

    Como é grande o meu amor por você; Detalhes e Sentado à beira do caminho, foram as que mais cantei para um público que sempre amou o Roberto Carlos.

    Um Rei na voz e no exemplo de vida, haja vista o seu diferenciado comportamento íntegro e idôneo, numa relação sempre carinhosa e cheia de amor pelo seu estimado público.

    Que Deus o ilumine agora e sempre!

    Ao Roberto Carlos aquele abraço do fã, cidadão e cantor.

    Bottary

    22/03/2010

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s