“The Beatles Platz”, Hamburgo, Onde Tudo Começou!

IMG_1732

Os Beatles construíram sua reputação tocando em clubes de Liverpool e Hamburgo por cerca de um período de três anos desde 1960, inicialmente com a presença de Stuart Sutcliffe como baixista. O curioso é que Stu não sabia tocar mas era muito amigo de Lennon, então ele se apresentava no palco sempre de costas… e é assim, de costas, que fizeram a silhueta dele na The Beatles Platz em Hamburgo.

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 061

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 063

IMG_1730

Allan Williams, um empresário não oficial dos Beatles, organizou uma estada para eles em Hamburgo, mas como faltava um baterista em tempo integral no conjunto, eles fizeram um teste e contrataram Pete Best em meados de agosto de 1960. A banda, agora um quinteto, partiu quatro dias depois para Hamburgo, contratados pelo dono do clube, Bruno Koschmider, para o que seria uma residência de 3 meses e meio. O historiador dos Beatles, Mark Lewisohn escreveu: “Eles chegaram em Hamburgo no crepúsculo do dia 17 de agosto, a hora em que a zona de luz vermelha ganha vida… luzes de néon piscando exibiam os vários entretenimentos em oferta, enquanto mulheres seminuas se sentavam ousadamente nas vitrines das lojas esperando pelas oportunidades de negócio.”

Koschmider havia convertido um par de clubes de strip que havia no distrito em locais de música, e ele inicialmente colocou os Beatles no Indra Club…

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 093

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 096

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 100

Depois de fechar o Indra devido a reclamações de barulho, ele mudou os Beatles de lugar, levando-os para o Kaiserkeller em outubro…

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 138

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 071

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 073

Kaiserkeller

Quando ele ficou sabendo que eles estavam tocando no rival Top Ten Club, quebrando o contrato…

O Top Ten ficava neste prédio na Rua Reeperbahn, 136. Hoje nem o nome está mais lá...

O Top Ten ficava neste prédio na Rua Reeperbahn, 136. Hoje nem o nome está mais lá…

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 108

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 109

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 110

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 111

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 112

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 113

O dono do Indra, Koschmider, deu à banda um mês de aviso prévio de rescisão do contrato e relatou que Harrison era menor de idade e que ele somente tinha obtido permissão para ficar em Hamburgo por que mentiu às autoridades alemãs sobre sua idade. As autoridades arranjaram para que Harrison fosse deportado no final de novembro. Uma semana depois, Koschmider mandou prender McCartney e Pete Best por terem colocado fogo em um preservativo em um corredor do prédio, causando incêndio criminoso; as autoridades os deportaram. Lennon voltou para Liverpool no início de dezembro, enquanto Sutcliffe permaneceu em Hamburgo até o final de fevereiro com sua noiva alemã Astrid Kirchherr, que foi quem tirou as primeiras fotos semiprofissionais dos Beatles.

Durante os próximos dois anos, os Beatles residiram por períodos em Hamburgo, onde eles costumavam usar Preludin tanto para diversão como para manter a energia durante as apresentações durante a noite inteira. Em 1961, durante o segundo compromisso deles com Hamburgo, Astrid Kirchherr cortou o cabelo de Sutcliffe no estilo “exi” (existencialista), mais tarde adotado pelos demais Beatles.
Quando Sutcliffe decidiu deixar a banda no início daquele ano e retomar seus estudos de arte na Alemanha, McCartney assumiu o baixo.
O Produtor Bert Kaempfert contratou o que agora era um grupo de quatro peças a partir de junho de 1962, e usou o grupo como banda de apoio para o cantor Tony Sheridan em uma série de gravações para a Polydor Records. Como faziam parte das sessões, os Beatles assinaram com a Polydor por um ano.
Foi creditado como “Tony Sheridan & The Beat Brothers” o single “My Bonnie”, gravado em junho de 1961 e lançado quatro meses depois, chegando ao número 32 na parada de Musikmarkt.

Os Beatles tocaram também no The Star Club, que fica na 39 GroBe Freiheit…

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 076

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 080

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 083

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 084

Pasta 14 - Colônia e Hamburgo 085

Depois de terem concluído sua segunda residência em Hamburgo, eles começaram a colher os frutos de uma popularidade em ascenção em Liverpool, com o crescimento do movimento Merseybeat. No entanto, eles também estavam cansados da monotonia de inúmeras aparições nos mesmos clubes noite após noite.
Em novembro de 1961, durante um dos espectáculos frequentes do grupo no Cavern Club, eles encontraram Brian Epstein, um proprietário de loja de discos e colunista sobre música. Brian Epstein lembraria mais tarde: “… Eu imediatamente gostei do que ouvi. Eles eram joviais, e eles eram honestos, e eles tinham o que eu pensei que era uma espécie de presença … qualidade de estrela”.
Epstein acompanhou a banda durante os próximos dois meses e então eles o nomearam seu empresário em janeiro de 1962. Ao longo do início até meados de 1962, Epstein procurou libertar os Beatles de suas obrigações contratuais para com A Bert Kaempfert Productions. Ele, eventualmente, negociou a liberação do contrato dos rapazes com um mês de antecedência E em troca eles fariam uma última sessão de gravação em Hamburgo.
A tragédia os recebeu em seu retorno à Alemanha em abril, quando uma Kirchherr perturbada se encontrou com eles no aeroporto com a notícia da morte de Sutcliffe no dia anterior. Mais tarde foi descoberto ter sido uma hemorragia cerebral que o levou à morte.
Epstein começou algumas negociações com gravadoras para fazer um contrato de gravação. A fim de garantir um contrato de gravação no Reino Unido, Epstein negociou um fim antecipado do contrato da banda com a Polydor, em troca de mais gravações deles acompanhando Tony Sheridan.
Depois de uma audição no início de fevereiro, a Decca Records rejeitou a banda com o comentário: “grupos de guitarra estão chegando ao fim, Sr. Epstein. ”
No entanto, três meses mais tarde, o produtor George Martin assinou com os Beatles para o selo Parlophone da EMI…

O núcleo de Lennon, McCartney e Harrison passou por uma sucessão de bateristas, mais notavelmente Pete Best, antes de Ringo Starr se juntar a eles. O empresário da banda, Brian Epstein os moldou de forma que se tornassem profissionais e o produtor George Martin reforçou o seu potencial musical do grupo. Assim eles ganharam popularidade no Reino Unido depois de seu primeiro hit, “Love Me Do”, no final de 1962. Eles adquiriram o apelido de “Fab Four” quando a Beatlemania cresceu na Grã-Bretanha em relação ao ano seguinte, e pelo início de 1964 eles se tornaram estrelas internacionais , liderando a “British Invasion” do mercado pop dos Estados Unidos. A partir de 1965, os Beatles produziram o que muitos consideram seu melhor material, incluindo os álbuns inovadores e amplamente influentes, que foram o Rubber Soul (1965), Revolver (1966), o Sgt. Pepper`s Lonely Hearts Club Band (1967), The Beatles (mais conhecido como Álbum Branco, 1968) e Abbey Road (1969).

FONTE DA PESQUISA (1)
FONTE DA PESQUISA (2)

Neste vídeo filmei durante o dia As Silhuetas – ficam no início da rua Grosse Freiheit;

Kayserkeller – Esquina da 36 GroBe Freiheit;

The Star Club – Street off 39 GroBe Freiheit (perto de um clube de dança Tailandesa);

Indra Mt 64, 22767usikclub – Este foi o lugar onde os Beatles tocaram pela primeira vez. Fica na rua GroBe Freiheit;

The Top Ten – Concorrente do Indra, os Beatles tocaram lá causando desavença com os donos do Indra.
Entre março e julho de 1961 os Beatles tocaram no Top TeN e moraram no porão em cima do clube, quando faziam apoio ao cantor Tony Sheridan em sua primeira sessão de gravação oficial durante este período.

.

Álbum de fotos da cidade de Hamburgo

“Viagem pra Hamburgo, sonho de todo Beatlemaníaco!”

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10208151914057422.1073741903.1288187940&type=1&l=20ef71ee6d

Uma resposta em ““The Beatles Platz”, Hamburgo, Onde Tudo Começou!

  1. Pingback: Seguindo os passos dos Beatles na “The Reeperbahn”, Hamburgo! | WE LOVE THE BEATLES FOREVER

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s