The Beatles Ultra Rare Trax

Ultra Rare Trax foi uma série de gravações piratas dos Beatles, caracterizando outtakes de estúdio, que apareceu pela primeira vez em 1988. Aproveitaram-se de uma brecha legal conhecida como a “lacuna de proteção” que permitiu aos “bootleggers” lançarem gravações antigas, devido às ambíguas leis de direitos autorais. No total, oito volumes foram produzidos. Este não foi o primeiro Bootleg dos Beatles a aparecer em CD, mas foi o primeiro a conseguir atenção generalizada com os bootleggers, porque a sua qualidade de som mostrou o que a remasterização digital foi capaz de fazer.

Historia

O bootleg apareceu depois que John Barrett, um engenheiro dos Estúdios Abbey Road, realizou uma auditoria do material nos arquivos do estúdio em 1984 e fez backups em fitas com a estrita condição de que elas não seriam copiadas ou vendidas. No entanto, um colecionador holandês conseguiu comprar algumas fitas de estúdio por US $ 20.000, as quais foram posteriormente revendidas a um fã alemão, Dieter Schubert. Schubert acreditava que quaisquer gravações de estúdio feitas antes da ratificação da Alemanha da Convenção de Roma em 1966 eram de domínio público no país e, portanto, decidiu criar seu próprio selo de bootleg, chamado Swingin`Pig, e lançou seus títulos em CD. O logotipo e o nome foram baseados no selo da marca de qualidade do bootleg anterior, que regularmente apresentava os trabalhos de arte de William Stout em suas capas.

Um bootlegger alegou que este seria “o lançamento mais importante na história dos CDs … a qualidade simplesmente explodiu as mentes das pessoas”. O autor Clinton Heylin acredita que algumas faixas da série Ultra Rare Trax soavam ainda melhores do que as então recentes reedições em CD do material oficial da EMI.

A EMI Records, que detinha os direitos autorais de gravações em estúdio dos Beatles, foi muito infeliz de ter alguém que efetivamente roubou o trabalho sobre o qual eles tinham direito assegurado e este material ter sido lançado. Um representante ficou “mortificado” ao descobrir que o primeiro volume da Ultra Rare Trax continha gravações inéditas de “I Saw Her Standing There” e “Strawberry Fields Forever”, e a gravação original feita em 1963 de “One After 909” que pretendiam ter lançado no álbum Please Please Me. O representante da EMI, Mike Heatley, disse em uma entrevista à revista ICE que ele não tinha idéia de como um bootlegger tinha conseguido obter tais gravações em alta qualidade.

O bootleg também convenceu os fãs de que havia muito mais material inédito nos cofres da EMI do que se pensava antes.

Parte do material constante da série Ultra Rare Trax foi posteriormente lançado oficialmente na série Anthology em meados da década de 1990, embora Michael Callucci, escrevendo para a revista Classic Rock, afirma que os bootlegs originais ainda valem a pena serem ouvidos por que contêm material que não está no lançamento oficial.

Fonte: Wikipedia
Tradução: Lucinha Zanetti

Ultra rare trax

Para quem quiser baixar a coleção, veja nos links abaixo, são oito volumes.

Vol. 1 – http://www.bootlegzone.com/album.php?name=tspcd001

Vol. 2 – http://www.bootlegzone.com/album.php?name=tspcd002

Vol. 3 – http://www.bootlegzone.com/album.php?name=tspcd025

Vol. 4 – http://www.bootlegzone.com/album.php?name=tspcd026

Vol. 5 – http://www.bootlegzone.com/album.php?name=tspcd035

Vol. 6 – http://www.bootlegzone.com/album.php?name=tspcd036

Vol. 7 – http://www.bootlegzone.com/album.php?name=tgpcd111

Vol. 8 – http://www.bootlegzone.com/album.php?name=tgpcd112

3 respostas em “The Beatles Ultra Rare Trax

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s