O LP TWIST (1962) COMENTADO POR RENATO BARROS.

Ouvindo “TWIST” e o nascimento da Bossa Nova na companhia de RENATO BARROS.

Destaques:

– Gravado pela Copacabana Discos, o nome da primeira faixa, “Peppermint Twist”, era de uma boate em Nova York chamada Peppermint;

– Renato conta como surgiu a ideia de se fazer o disco com os artistas cantando 04 músicas cada um;

– Na música “I like Twist with my baby” o pai de Renato faz participação batendo palmas;

– O grupo “Os Cariocas” participam em duas músicas fazendo “backing vocal”: Cuide Certinho do Meu Bem, versão de Demetrius e Bonequinha, composição de Renato Barros.

– O caso da ausência de um baterista para a gravação do disco, o que fez com que Renato Barros tocasse a bateria em uma das músicas do disco.

NOTA: O Diretor da Copacabana Discos a quem se referiu Renato Barros era Nazareno de Brito.

.

O mesmo vídeo no Facebook:

.

.

O LP TWIST de 1962 gravado por Renato e Seus Blue Caps é composto pelas seguintes faixas:

01 – Peppermint Twist
02 – Chega (Makin Love)
03 – I Like Twist With My Baby
04 – Sinal Ocupado (Busy Signal)
05 – Meu Anjo da Guarda
06 – Summer Comes Again
07 – Blue Caps Twist
08 – Eu Quero Twist
09 – Hey, Brotinho
10 – Cuide Certinho do Meu Bem (Take Good Care of My Baby)
11 – Namorando
12 – Bonequinha

Formação:

Renato Barros: Guitarra Solo
Paulo Cesar Barros: Baixo
Edson Barros (Ed Wilson): Guitarra Rítmica
Roberto Simonal: Sax
Claudio: Bateria
Ivan Botticelli: Piano
Reynaldo Rayol e Cleide Alves: Vocal

Renato Barros e Lucinha Zanetti – Teatro Bradesco São Paulo março 2017

RENATO BARROS NO RIO DE JANEIRO / LUCINHA ZANETTI EM PIRACICABA

REGISTRANDO A HISTÓRIA DO ROCK BRASILEIRO

EM 29 DE NOVEMBRO DE 2017

.

RENATO BARROS CONTA COMO CONHECEU IVAN BOTICELLI, EX BLUE CAP.

Complementando sobre o disco “Twist” que publicamos ontem, 30/11, RENATO BARROS fala sobre a participação de IVAN BOTICELLI na banda Renato e Seus Blue Caps, que foi de 1960 a 1962, e de como eles se conheceram, que foi em uma daquelas “gigs” que os jovens músicos costumavam fazer… Neste vídeo, cenas do filme “Rio, Verão e Amor”, em cuja abertura Boticelli toca piano no conjunto de Bossa Nova.


.

NO FACEBOOK:

.

Anúncios

“AS INVENÇÕES DE RENATO E SEUS BLUE CAPS”!

Este foi o título da reportagem escrita por Bill Falcão em 1973 sobre a banda Renato e Seus Blue Caps, reportagem esta que ele entregou pessoalmente a Renato Barros no camarim do Cine Theatro Brasil Vallourec em Belo Horizonte durante o Show da banda na cidade de Belo Horizonte, dia 20 de abril, quinta-feira passada…

Renato Barros e Bill Falcão em 20-04-2017

Segue a reportagem de Bill com fotos de Fernando Mendes.

A Banda Renato e Seus Blue Caps na Atualidade.

A Banda Renato e Seus Blue Caps teve várias formações ao longo de sua existência, e na atualidade conta com cinco integrantes.

Vamos falar de cada um deles, começando pelo seu líder e idealizador…

Renato Barros, o idealizador e fundador da banda.

Guitarrista, vocalista e compositor de vários sucessos da Música Popular Brasileira, Renato com sua banda iniciou uma carreira de sucesso bem antes da Jovem Guarda e foi preponderante nas carreiras dos colegas do movimento, principalmente nas de Erasmo Carlos, Wanderléa e Roberto Carlos.
Como compositor, mantém um grande número de músicas suas sendo regravadas até os dias de hoje, como podemos ver nesta foto quando do recebimento do troféu Imprensa entregue pelo SBT pela sua composição “Devolva-me”, gravada por Adriana Calcanhoto.

renato-com-o-trofeu-imprensa

Cid Chaves, vocalista e saxofonista

Cid Rodrigues Chaves, Saxofonista e Cantor, atualmente é um dos vocalistas principais da banda Renato e Seus Blue Caps, fazendo parte do grupo desde 1963, quando foi contratado para tocar saxofone.

Cid iniciou sua carreira artística no começo dos anos 1960 atuando na banda The Silver Boys, do bairro carioca de Campo Grande, ao lado dos primos Paulinho e Zezinho.

Em 1963, durante um show na cidade de Angra dos Reis no Rio de Janeiro, conheceu o baixista Paulo Cesar Barros que o convidou a ingressar no conjunto Renato e Seus Blue Caps, onde permanece até os dias de hoje.

cid-chaves

Darci Velasco, o Tecladista.

Darci é natural do Rio Grande do Sul, nasceu em 24 de fevereiro.

Cursou Licenciatura em Música na UFPE.

Toca os seguintes instrumentos:
Trompete, Contrabaixo, guitarra, bateria e por último Piano e teclados similares.

Entrou para a banda em 1989, tendo antes participado de outras, como a que formou com seus irmãos também músicos chamada “Água da Fonte”.
Depois que saiu do Rio Grande do Sul, participou de outras tantas, como “Os Tártaros”, nome dado a um povo do Oriente.

Também é professor de música.

darci-velasco

Amadeu Signorelli, o Baixista.

Amadeu é natural do Rio de Janeiro.

Entrou para a banda em 1991, portanto está há 25 anos na banda como baixista.

amadeu-signorelli

Gelsinho Moraes , o Baterista!

Gelsinho Moraes é natural do Rio de Janeiro e foi o último a se juntar a esta nova formação da banda Renato e Seus Blue Caps como baterista.

Começou tocando em bandas de baile com 17 anos.

Seu primeiro contato gravando com Renato e Seus Blue Caps foi no LP Baton Vermelho.

Foi ao Studio com seu Pai Gelson Moraes e ao passar o som da bateria para seu pai para gravar a música Anjo Rebelde, Gelson Moraes, seu pai disse: _ “Fica aí e grava essa música!”

Aos 18 anos montou uma banda chamada Abalo Cínico. Que gravou na época pela gravadora RCA um LP produzido por Gelson Moraes. Depois passou a tocar com vários artistas do cenário da Música Brasileira, entre eles: MPB 4, Sandra de Sá, Cláudio Zoli, Léo Jayme , Gabriel O Pensador e outros.

Em 2009 seu pai começou a não poder fazer os shows por inteiro devido a uma isquemia. Sendo assim, começou a dividir os shows e em 2013, com o falecimento de seu pai, Gelsinho assumiu as baquetas e tambores de Renato e Seus Blue Caps.

Gelsinho Moraes disse: _” É com muito orgulho que faço parte desta Banda com uma história de glórias. Querida no Brasil inteiro. “Inteiro Mermo” rsrsrs com canções tão significativas que estão na história. Isto é Renato e Seus Blue Caps”!

gelsinho-moraes

★♪♪♪♪★ ♪♪♪♪★CONTATO PARA SHOWS ★♪♪♪♪★ ♪♪♪♪★

Banda Renato e Seus Blue Caps

Renato Barros – líder guitarra / vocal
Cid Chaves – Vocal
Darci Velasco – Teclados
Amadeu Signorelli – Baixo
Gelsinho Moraes – Bateria

CONTATO PARA SHOWS

Falar com Jorginho Maravilha
Telefones:
(21) 99983.4300 VIVO
(21) 98265.3038 TIM

Depoimento de Renato Barros sobre seu gosto musical influenciado pela música americana.

Numa conversa informal com o roqueiro Renato Barros, da Banda Renato e Seus Blue Caps, ele me contou como surgiu o gosto musical de sua família pelos clássicos da música americana, o que o incentivou a tornar-se compositor, seu prazer em interpretar canções de Frank Sinatra, Nat King Cole e outros nas noites na Tijuca, e o que o levou a introduzir músicas internacionais nos shows de sua banda Renato e Seus Blue Caps.

_ Cita a importância da música de Paul McCartney na obra dos Beatles.
_ Fala sobre o enfraquecimento do amor na atualidade.
_ Inclusão de clássicos nos shows de Renato e Seus Blue Caps
_ Recorda a passeata contra as guitarras… etc… etc… ouçam seu depoimento. 😉

No Youtube

No Facebook

.

renato-nas-noites-tijucanas

Show de Renato e Seus Blue Caps em Vila Velha/ES: Fotos e Vídeo

Na noite de ontem, 08 de outubro de 2016, o Clube Arci em Vila Velha/ES lotou pra receber a banda de Rock de Renato Barros, que é sucesso desde os anos 60 e continua cada vez melhor levando seus Shows pelo Brasil! 😉

FORMAÇÃO:

Renato Barros – líder guitarra
Cid Chaves – Vocal
Darci Velasco – Teclados
Amadeu Signorelli – Baixo
Gelsinho Moraes – Bateria

As fotos e vídeos comprovam, vejam!

banda-toda

amadeu-signorelli

banda-toda

cid-1

darci-velasco

gelsinho-2

os-5

plateia

renato-1

renato-cid-e-o-publico

renato-e-darci

renato-e-o-cid

renato-e-o-publico

.

.

Você não Soube Amar

Dona do meu Coração

Gatinha Manhosa

Como num Sonho / Se você Soubesse

Não te Esquecerei

Feche os Olhos

A Primeira Lágrima

O Meu Primeiro Amor

.

“Que Beleza! O Renato está reacendendo a chama da Jovem Guarda que atravessa gerações. A boa musica fica no ar e ao sabor do vento costuma voltar!”

Romir Pereira de Andrade, baterista do conjunto The Angels/The Youngsters

CONTATO PARA SHOWS

Falar com Jorginho Maravilha
Telefones:
(21) 99983.4300 VIVO
(21) 98265.3038 TIM

Renato e Seus Blue Caps e o Primeiro CD gravado ao vivo (2001).

cd-rsbc-ao-vivo-2001

Este foi o primeiro disco da banda Renato e Seus Blue Caps gravado “ao vivo” e aconteceu no ano de 2001.

Com 11 faixas ao vivo e mais 05 inéditas, o CD foi lançado durante as comemorações dos mais de 40 anos de existência do grupo fundado por Renato e seus dois irmãos: Paulo Cezar e Edson (Ed Wilson).

No final de 2001, este tão esperado disco ao vivo foi lançado pela Warner, juntamente com mais 5 faixas inéditas.
Já faziam parte da banda os seguintes componentes: Renato Barros, Darci Velasco, Amadeu Signorelli, Gelsinho Moraes e Cid Chaves, que permanecem até os dias de hoje.

Nas 11 faixas “ao vivo” temos a oportunidade de reviver alguns dos maiores sucessos conquistados nesta bela trajetória iniciada com o sucesso de “Menina Linda”, versão de Renato Barros para a composição de Lennon & McCartney, “I should have known better”.
As faixas bônus do disco, as 05 canções inéditas gravadas em estúdio, são de uma beleza e excelência ímpar, revelando mais uma vez o grande talento e potencial de criação de Renato e Seus Blue Caps, permitindo a esta famosa banda sua permanência no cenário musical até os dias de hoje.
.

.
01 – Pout-Pourri (Não Te Esquecerei / Pra Você Não Sou Ninguém)
02 – Meu Primeiro Amor
03 – Pout-Pourri (Como Num Sonho / Se Você Soubesse)
04 – Pout-Pourri (Jurei Nunca Mais Te Aceitar / Eu Vivia Enganado)
05 – Pout-Pourri (Sha-la-la Marisa / Tão Sozinho)
06 – Pout-Pourri (A Primeira Lágrima / Orgulho de Menina)
07 – Pout-Pourri (Devolva-me / Eu Não Sabia que Você Existia)
08 – Pout-Pourri (Meu Bem Não Me Quer / Não Me Diga Adeus)
09 – Feche os Olhos
10 – Dona Do Meu Coração
11 – Menina Linda

As 05 faixas inéditas são:

12 – Atriz – Composição de Renato Barros
13 – Só Falta Você – Composição de Renato Barros
14 – Pensamento – Composição de Ricardo Ayres / Lúcio Mauro
15 – Sereia – Composição de Renato Barros
16 – Que Saudade de Você – Composição de Renato Barros

ATRIZ – Composição de Renato Barros

Chegou pra mim
Pediu um tempo
Ignorou meu sentimento
E me deixou
Não era linda manhã
Eu quis dizer
Não vá embora
Mas refleti
Não era a hora
Paguei pra ver
Mas foi difícil demais
Ofereci a minha ajuda
Carreguei as suas coisas até o portão
Ainda bem que veio a chuva
Disfarçando a tempestade no meu coração
Mas o meu pranto
O tempo enxuga
Ela foi tudo pra mim até cair o véu
Era uma atriz
Enfim se cansou
De encenar seu papel.
Eu quis dizer
Não vá embora
Mas refleti
Não era a hora
Paguei pra ver
Mas foi difícil demais
Mas o meu pranto o tempo enxuga
Ela foi tudo pra mim até cair o véu
Era uma atriz
Enfim se cansou
De encenar seu papel
Mas era uma atriz
Enfim se cansou
De encenar seu papel

.

SÓ FALTA VOCÊ – Composição de Renato Barros

“…Eu fiz essa música num vôo Natal-Rio. Letra e música.” (Renato Barros)

.

PENSAMENTO – Composição de Ricardo Ayres / Lúcio Mauro

.

.

SEREIA – Composição de Renato Barros

.

.
QUE SAUDADE DE VOCÊ – Composição de Renato Barros

.

Lançado no ano em que Renato Barros recebeu o Troféu Imprensa pela sua composição em parceria com Lílian Knapp, “Devolva-me”, a jornalista Mônica Loureiro do jornal Tribuna da Imprensa, escreveu:

Renato & Seus Blue Caps, de ânimo renovado, agora ao vivo
Mônica Loureiro –Tribuna da Imprensa, 17/12/2001

O sucesso da gravação de “Devolva-me” por Adriana Calcanhotto deu uma reanimada nas carreiras de seus autores. Lilian Knapp (ex-integrante da dupla com Leno) lançou ano passado um CD e o livro “Como um conto de fadas” (Editora Qualigraph). E Renato Barros, do Renato & Seus Blue Caps, ficou motivado para voltar a compor.
“Nos anos 60 eu fui muito atuante como compositor, fazia músicas para nós, Roberto Carlos, Leno e Lilian, mas depois parei. E essa volta de `Devolva-me’ foi muito importante, eu não esperava mais por isso. De repente me vi concorrendo com pessoas de outras gerações de quem sou fã, como Herbert Viana e Marisa Monte”, diz.

O novo ânimo acabou dando origem a um CD, o “Renato & Seus Blue Caps ao vivo 2001”, que está sendo lançado pela WEA. “Tínhamos a idéia de gravar um disco ao vivo e independente há muito tempo, mas queríamos incluir coisas novas. Surgiram alguns convites, mas achávamos que faltava alguma coisa. Só sentimos firmeza mesmo com a WEA, onde tratamos diretamente com o Sergio Afonso (presidente da gravadora) e vimos que ali havia o reconhecimento que não tínhamos até então”, conta Renato.
Gravado em Fortaleza e no Rio, o disco traz sucessos do grupo e cinco inéditas de estúdio. A maior parte das faixas vêm em formato de pot-pourri, como “Não te esquecerei”/”Pra você não sou ninguém”, “Sha-la-la Marisa/”Tão sozinho”, “Devolva-me”/”Eu não sabia que você existia” e “Meu bem não me quer”/”Não me diga adeus”. Uma curiosidade: o grupo teve problemas com as versões das músicas de Lennon e McCartney.
“Deu o maior trabalho, porque tivemos que mudar algumas faixas e até excluir músicas, como `I call your name’. Isso porque quem detém os direitos autorais das músicas (Michael Jackson) não permite que elas sejam incluídas em pout-porris!”, explica Renato.
Das músicas inéditas, só “Pensamento” não é de Renato Barros: “São dois cariocas, integrantes de um grupo de rap, que ainda não haviam gravado com ninguém”, revela. E detalha: “Tem balada – `Atriz’ e `Só falta você’ -, uma mais dance – `Sereia’ – e uma chegada ao forró – `Que saudade de você'”.
Renato gosta de lembrar que o Renato & Seus Blue Caps, criado em 1960, é um dos grupos mais antigos em atividade do mundo – estão até pleiteando a inclusão no Guiness Book.
“Nós nunca paramos de fazer shows. Toda semana estamos em algum lugar do Brasil. E nosso público tem se renovado naturalmente, o número de jovens vem crescendo e isso é uma grande responsabilidade!”, diz o cantor e compositor. E insiste: “Nossa origem é o rock’n roll, embora sejamos rotulados como Jovem Guarda. Nós somos anteriores ao movimento!”.

“Perdi Você”: uma composição de Renato Barros inspirada em “Penny Lane”, dos Beatles.

“Eu me inspirei naquela música dos Beatles, Penny Lane, tem até um solo de trompete no meio e a levada é a mesma.”

“Nesta gravação de 1969 fiz a voz solo dobrada; as duas vozes do backing é a do Cid e mais outro, que deveria ser o Paulo Cezar Barros, mas não posso afirmar com certeza por que é possível que ele tivesse já deixado o grupo pra fazer carreira solo. Caso seja isso, a outra voz deve ser a minha também. Complicado, né? Mas eu canto duas vezes e dobra, só que na segunda vez eu tenho que cantar exatamente igual a primeira.” Renato Barros

LP "As 14 Mais" - Vol 23 - 1969

LP “As 14 Mais” – Vol 23 – 1969

Esta música saiu somente nas 14 Mais e não está em nenhum LP oficial da banda, mas acabou saindo também em compacto simples naquele mesmo ano de 1969, tendo no lado B “Vou fazer você feliz” que é justamente a outra que está também no LP “As 14 Mais” – Volume 23.

Luiz Antonio Cardoso Martins, famoso colecionar de discos de vinil no Rio de Janeiro, conta que se lembra bem de quando saiu o Volume 23 da série “AS 14 MAIS” em agosto de 1969, ocasião em que José Messias em seu programa de rádio comentou sobre a saída de Paulo César Barros do grupo, dizendo que estava percebendo o esforço de Renato e Cid para tentarem manter o timbre de voz do Paulo Cezar e que não podia prever se o grupo prosseguiria sem ele…

Só que esta “teoria” causou espanto em Renato Barros, líder do grupo, quando em uma conversa comentei com ele sobre este tipo de comentário que existe desde esta época, pois jamais o conjunto iria pensar em “imitar” a voz de um ou de outro componente da banda.

E vejam, já se passaram 47 anos, e a agenda de Shows de Renato e Seus Blue Caps continua intensa, como podem verificar aqui mesmo neste Blog. 😉

Renato Barros é o líder da Banda Renato e Seus Blue Caps, a banda de Rock mais antiga do mundo ainda em atividade.