Paulo César Barros, o Homem do Baixo (The Bass Man)!

Hoje Paulo César Barros comemora mais um ano de vida, então nada melhor que prestarmos a ele esta homenagem, mostrando a trajetória deste grande músico, cantor, compositor, arranjador, um legítimo “Bass Man”!

Paulo César Barros nasceu no Rio de Janeiro em 31 de janeiro de 1947. É Instrumentista, Compositor, Cantor, e começou sua carreira ainda nos anos 60, ao lado de seus irmãos mais velhos Renato e Ed Wilson, quando criaram a banda RENATO E SEUS BLUE CAPS, tornando-se por decisão do Presidente da gravadora CBS, Sr Evandro Ribeiro, o líder vocal da banda.

Naquela década os movimentos musicais fervilhavam entre Rock’n Roll, Bossa Nova e Jazz.
Ainda garoto, já era arregimentado pelos principais e renomados músicos e maestros para “jam sessions” com o seu contrabaixo acústico em locais de encontros musicais.

Paulo César - contrabaixo anos 50

Seu grande colega, amigo e incentivador ao jazz, Cláudio Caribe, que foi um dos maiores músicos que o Brasil já teve, fazia questão de ter Paulo César Barros para compor a base de suas formações de bandas. Ao longo de sua trajetória musical, transitou por vários estilos, sempre com a maior autenticidade.

PARTICIPAÇÃO EM GRAVAÇÕES

Participou da maioria dos sucessos de seus colegas e amigos cantores, como nos discos de Roberto Carlos, de 1962 a 1981; em todos os discos de Raul Seixas, Fafá de Belém, Elba Ramalho, Zé Ramalho, Gal Costa, Gilberto Gil, Tim Maia, entre outros.
Como líder vocal, cantou nos maiores sucessos da banda Renato e seus Blue Caps, como por exemplo nas canções “Dona do Meu Coração”, “Feche os Olhos”, “Ana”, “Não me diga Adeus”, “Não te esquecerei”, “A Esperança é a última que morre”, e outras mais.

TRAJETÓRIA INTERNACIONAL

Trabalhou nos melhores estúdios de Los Angeles e Nova York com grandes músicos e maestros que se tornaram grandes amigos e parceiros, como por exemplo Vincent Bell, Paul Griffin, Ronald Zito, Tori Zito, maestro de Tony Bennet, entre outros.
Tocou com astros da música internacional, como Neil Sedaka , Michel Legrant e outros.
Participou do mega evento Latino de 1975 no Madison Square Garden, NY.
Tocou em Paris com o lendário Michel Legrant no projeto da TV globo intitulado “Brasil 500 anos“.
No México tocou com o grande cantor de boleros, Pedro Vargas.

TELEVISÃO

Participa de todos os eventos musicais da rede Globo de televisão, como o Fama, Estação Globo, Big Brother Brasil, e outros.
Tem participação especial em todas as trilhas sonoras das novelas da Rede Globo de Televisão. Tem participação especial nos projetos do canal Multishow, como “Elas Cantam Roberto”, “Tributo a Cazuza”, “Tributo a Elis Regina”, “São Paulo 450 anos”, “Brasil 500 anos em Paris e no Brasil” e outros.

CANTOR

Como cantor sua voz ficou tão marcada nas gerações dos anos 60 e 70, que foi impossível negar os pedidos dos fãs para sua volta ao mercado fonográfico. Assim sendo, surgiu o projeto “ Estrada, Paulo C. Barros e amigos “, onde fez uma releitura dos grandes sucessos que tiveram sua voz como sendo o líder vocal e como se não bastasse, ainda tem as participações de seus colegas e amigos, Erasmo Carlos, Fagner, Zé Ramalho e Frejat, esse grande cantor e guitarrista que não cansa de dizer aos quatro cantos que P. C. Barros é o seu grande mestre.

Ouçam aqui duas das canções gravadas por ele e amigos neste CD, além de uma entrevista concedida a Antonio Aguillar.

PARTICIPAÇÕES EM GRAVAÇÕES E SHOWS DE AMIGOS CANTORES E MÚSICOS, SEGUINDO A ÓRDEM ALFABÉTICA.

A
ANA CAROLINA
ADRIANA CALCANHOTO
ALCIONE AMELINHA
ARNALDO ANTUNES (acompanhamento)
ANGELA RÔ RÔ
ANGELA MARIA
ANTONIO MARCOS
ADRIANA
ALCEU VALENÇA
ANGELO MÁXIMO
ARNOUD RODRIGUES
AGNALDO TIMÓTEO
ALTAIR VELOSO

B
BRUNO E MARRONE
BELCHIOR
BALÃO MÁGICO
BETO DOUGLAS
BARTO GALLENO
BENITO DI PAULA
BIAFRA
BLANCHE
BURNIE
BEBETO
BABY DO BRASIL (acompanhamento)
BABÍ

C
CLAUDIA LEITE
CHITÃOZINHO E XORORÓ
CÁSSIA ELLER
CASSIANO
CAZUZA
CLEYTOM & CLEDYR
CAUBY PEIXOTO
CAETANO VELOSO
CARLOS COLLA
CLAUDIA TELLES
CRISTIAN & RALF
CRIS & CRISTINA

D
DJAVAN (TURMA DO BALÃO MÁGICO)
DANIELA MERCURY (acompanhamento )
DEBORAH BLANDO
DONA IVONE LARA
DON BETO
DON SALVADOR
DIANNA
DIANA PEQUENO
DOMINGUINHOS
DENY & DINO (acompanhamento )
DÓRIS MONTEIRO

E
ERASMO CARLOS
ELBA RAMALHO
ELIANA PITTMAN
EMÍLIO SANTIAGO
EVANDRO MESQUITA (acompanhamento)
ELIANA
EDSON & HUDSON (acompanhamento)
EDUARDO ARAUJO
ED WILSON

F
FÁBIO JR
FAFÁ DE BELÉM
FAGNER
FERNANDA ABREU

G
GILBERTO GIL
GAL COSTA
GERALDO AZEVEDO
GUILHERME ARANTES
GIL (cantora)

H
HEBE CAMARGO

I
IVETE SANGALO
IVAN LINS
ITAMARA KOORAX

J
JAIR RODRIGUES
JOÃO BOSCO (acompanhamento)
JOSÉ AUGUSTO
JOVELINA PÉROLA NEGRA
JOSÉ RICARDO (CANTOR)
JERRY ADRIANI
JOANNA
JOHNNY ALF

K
KELLY KEY
KLEITON E CLEDIR
KILDARE
KATIA

L
LUIZA POSSI
LEONARDO (CANTOR)
LATINO (CANTOR)
LINCON OLLIVETI
LECI BRANDÃO
LENINE (CANTOR)
LENO E LÍLIAN
LEONI
LINDOMAR CASTILHO
LOBÃO (MÚSICO)
LUCIANA MELLO (acompanhamento )
LUCINHA LINS
LUIZ MELODIA
LÉO JAIME

M
MARILIA PERA
MARIA BETHÂNIA
MARTINHO DA VILA
MARINA ELALI
MICHEL LEGRANT (acompanhamento )
MÁRCIA MARIA
MARCOS VALLE
MARGARETH MENEZES
MARINA LIMA
MARIANA
MARTINÁLIA
MAURÍCIO MATTAR
MARITZA FABIANI
MARA MARAVILHA
MARLON & MARCOS
MIRIAM BATUCADA
MORAES MOREIRA

N
NARA LEÃO
NANA CAYME
NETINHO (SP) (acompanhamento )
NANDO REIS
NONATO
NEY MATO GROSSO
NEGRITUDE JR (acompanhamento )
NEY DA ALTA
NORIEL VILELA
NELSON GONÇALVES
NELSON NED

O
OTTO (acompanhamento )
ORLANDO SILVA
ODAIR JOSÉ
OS VIPS
OS JOVENS

P
PRETA GIL (acompanhamento )
PAULA TOLLER
PERLA
PRÊNTICE
PEDRO PAULO
PAULO BOB
PADRE ZEZINHO
PAULO RICARDO
PEDRO VARGAS
PAULA HUNTER
PRETO NO BRANCO

Q

R
ROBERTO CARLOS
RAUL SEIXAS
RENATO & SEUS BLUE CAPS
REGINALDO ROSSI
REYNALDO RAYOL
ROBERTO FREJAT
ROBSON JORGE
ROSEMERY
RAPHAEL
RABELLO

S
SIMONE
SANDRA DE SÁ
SANDY
SIDNEY MAGAL
SILVIO BRITTO
SERGIO SAMPAIO
SELMA REIS
SILVIO CESAR
SHIRLE

T
TIM MAIA (SOUL TIM)
TAIGUARA
THE FEVERS
TÂNIA ALVES
TÂNIA MARIA
TONY BIZARRO

U

V
VANUSA
VINCENT BELL (VINNIE BELL)

W
WILSON SIMONAL
WANDERLÉA
WANDO
WALDICK SORIANO
WANDERLEY CARDOSO
WALDIRENE

X

Z
ZEZÉ DI CAMARGO & LUCIANO
ZIZI POSSI
ZÉ RAMALHO
ZÉ RENATO
ZÉ RODRIX
ZÉLIA DUNCAN

EVENTOS EM TVS

– TRIBUTO A ELIS REGINA (canal multishow)
– TRIBUTO A CAZUZA (canal multishow)
– PROGRAMA “FAMA” 1, 2 , 3 e 4.
– ESTAÇÃO GLOBO (Com Ivete Sangalo) 2005 e 2006
– BRASIL 500 ANOS FRANÇA (París) e Brasília 1998
– SÃO PAULO 450 ANOS
ETC …

DISCOGRAFIA

Epic/CBS – 66030 (1969)
1. Só Por Causa De Você (Renato Barros / Leno)
2. Não Chore (Stormy) (B. Bule / J. B. Cobb / Vrs. Renato Barros)

Disco Ano Mídia Gravadora Catálogo
FECHE OS OLHOS E SINTA
1989 LP EMI-Odeon 064 793312 1

1977 – “PAULO CÉSAR BARROS – OS MAIORES SUCESSOS DOS BEATLES” – primeiro LP solo de Paulo César Barros e lançado em 1977 pela Gravadora Odeon.
Coronado/EMI-Odeon – SC 10106
Contou com a direção Artística de Milton Miranda, direção de Produção de Miguel Plopschi, Produção Executiva de Augusto Cesar e Liebert, orquestrações e regências de Cleudir Borges e acompanhamento de músicos independentes, como o próprio Paulo César relata:
“O disco foi feito com músicos independentes: na Bateria, Ivan Conti (MAMÃO do AZIMUTH), eu no baixo, gaita, Maurício Einhorn na Guitarra, Augusto César, piano, Cleudir Borges e mais a orquestra da E.M.I.. Algumas guitarras foram feitas por mim. Os arranjos não foram criados, pois foram copiados o máximo do original. Quanto aos backings vocals,foram feitos por The Golden Boys, na formação original com o querido e saudoso amigo Waldir.”

Ouçam aqui as faixas do disco:

2001 – CD “Os Novos Reis do Ye ye Ye A Festa Continua”
01 – Te adoro (Nos fuimos)
02 – Longe de você
03 – Eu sei (I know)
04 – Eu não sabia que você existia
05 – Desamarre meu coração (Unchained my hearth)
06 – O bom
07 – Não tem jeito (Satisfaction)
08 – Segura que esse touro é bom (Proudy Mary)
09 – Garota malvada (I’ll call your name)
10 – Feche os olhos (All my loving)
11 – Meu primeiro amor (The gonna lose that girl)
12 – Menina linda (I should have know better)
13 – Wooly bully

2004 – ESTRADA – Paulo César Barros e Amigos – Som Livre – 0078-2

FILMOGRAFIA

_ Na Onda do Ye ye ye 1966
_ Rio Verão e Amor 1967
_ DVd Participação como Integrante The Originals 3 – Junho 2008 Cine Veneza

Anúncios

Os Beatles recebem o prêmio “Lifetime Achievement Grammy”.

Os Beatles receberam ontem na cerimônia de entrega do Grammy Awards em Los Angeles, o prêmio “Lifetime Achievement Grammy”, em reconhecimento pelo conjunto da obra.

The Beatles - Lifetime award

Ringo Starr se desmancha em sorrisos quando os Beatles recebem o Grammy em reconhecimento pela obra de uma vida inteira, e diz:

“A música dos Beatles ainda tem destaque por aqui e eu me orgulho muito disso”, disse o baterista.

The Beatles - Lifetime Award

Os Beatles receberam o prêmio “Lifetime Achievement Award” em uma cerimônia especial de premiação realizada ontem, 26 de janeiro de 2014. Ringo Starr, a viúva de George Harrison, Olivia e Yoko Ono, viúva de John Lennon, aceitaram o prêmio em nome do grupo. Paul McCartney não esteve presente na cerimônia, pois estava ensaiando com sua banda para sua apresentação no Grammy à noite, de acordo com o “The Hollywood Reporter”.

Aqui estão alguns nomes de pessoas que também já ganharam Grammys nesta modalidade, Lifetime Achievement Awards:

The Isley Brothers
Kris Kristofferson
Kraftwerk
Zydeco artist Clifton Chenier
Composer Amando Manzanero
Violinist Maud Powell

O reconhecimento de Manzanero marcou a primeira vez que a Academia homenageou um Mexicano com o prêmio.

“É um “Lifetime Achievement Award”, mas eu sinto como se todos nós tivéssemos recebido um pouco mais do que a vida reservou para nós”, disse Ringo Starr em uma declaração. “É uma grande tarde, é tudo sobre música …. a música dos Beatles ainda está aqui e é isso que me causa muito orgulho.”

Foi noticiado que Starr teria sido pego de surpresa e fingiu olhar consternado quando Yoko Ono fez um longo discurso. “Estou aqui hoje porque eu acho que John iria querer que eu estivesse aqui”, disse ela. Starr pegou um telefone celular e fingiu fazer uma chamada enquanto ela falava e depois se inclinou para a frente para prestar atenção nela. Starr, que admitiu que não tinha preparado nenhum discurso, disse: “Eu realmente quero dizer obrigado.”

Ronald Isley também falou sobre os Beatles e especificamente sobre Paul McCartney: “Eu e Paul conversamos sobre isso o tempo todo”, disse Isley , de acordo com o The Hollywood Reporter, recordando um momento após um concerto. “E nós conversamos sobre aquilo a noite toda, e ele disse, você sabe, se não fosse pelo nosso grupo, eles provavelmente ainda estariam em Liverpool.”

O Grammy vai homenagear os Beatles com um especial de duas horas chamado “A noite que mudou a América em 09 de fevereiro”, pelos 50 anos dessa data, no dia e na hora em que os Beatles apareceram no The Ed Sullivan Show. O especial contará com a participação de Eurythmics , John Mayer, Alicia Keys , John Legend e Maroon 5.

Fonte: Rolling Stone Music

Curiosidade sobre “Splish Splash”, o primeiro sucesso de Roberto Carlos!

Roberto Carlos começou sua carreira cantando bossa nova, mas aconselhado por Antonio Aguillar, resolveu apostar no Rock and Roll, gênero pouco difundido no Brasil do início dos anos sessenta. A opção pelo rock impulsionou sua carreira, que atingiu o topo das paradas brasileiras. A faixa título do seu LP de 1963 foi gravada originalmente pelo norte-americano Bobby Darin e com versão de Erasmo Carlos foi um grande sucesso no Brasil.
Os instrumentos na gravação foram tocados pelo conjunto Renato e Seus Blue Caps, e nesta foto de 1962, por exemplo, podemos ver o contrabaixo nas mãos de Paulo César Barros, o mesmo usado na gravação.

Da esq para direita estão Renato, Cid, PC e Carlinhos Agachado é o meu saudoso irmão na musica, Claudio Caribé - Claudinho

Foto de capa do primeiro compacto lançado pela CBS em 1962, um EP com as canções “Vera Lúcia”, We Like Birland”, “Bigorrilho” e “Noturno em Mi Bemol”.

Nesta foto, da esquerda para a direita estão Renato, Cid, Paulo César e Carlinhos. Agachado está Claudio Caribé (Claudinho), baterista e também pianista de grande talento.

A curiosidade está no baixo utilizado por Paulo César Barros, um instrumento pertencente à gravadora CBS, confeccionado artesanalmente, portanto sem marca, o qual podemos ouvir nesta gravação original em mono da canção Splish Splash.

splish splash

Paulo César fala sobre este baixo:

“Um fato curioso e histórico ! Foi com esse baixo que gravei Splish Splash e era de fabricação caseira. Ficava guardado na CBS, mas não sei de quem era.”

Paulo César e o baixo de Splash Splash

Olivia Harrison e Yoko Ono também estarão apresentando o Grammy Awards.

Conforme informou o site Beatles Examiner, de Steve Marinucci, ontem, 21 de janeiro, Yoko Ono e Olivia Harrison estarão entre aqueles que entregarão as estatuetas no 56º. show anual do Grammy Awards de domingo.

Olivia e Yoko

Entre outros apresentadores estarão Black Sabbath, indicado para receber o prêmio, o ator Neil Patrick Harris, Alicia Keys, a indicada ao prêmio Cyndi Lauper, cantor/compositor e ator Jared Leto, o indicado Bruno Mars, a cantora/compositora de música country Martina McBride, o ex vencedor do Grammy Smokey Robinson, e o vencedor do Grammy por quatro vezes, Steven Tyler.

A academia também anunciou uma nova safra de intérpretes, incluindo o atual indicado ao Grammy, Gary Clark Jr., o indicado Hunter Hayes, e uma programação para o final da cerimônia com os candidatos Nine Inch Nails, Queens of the Stone Age, e Dave Grohl e o ex-ganhador do Grammy, Lindsey Buckingham.
Paul McCartney e Ringo Starr foram anunciados previamente para se apresentarem no show. Eles irão cantar juntos na segunda-feira a gravação da CBS de um especial em homenagem aos Beatles que irá ao ar na noite de 09 de fevereiro, 50 anos depois do dia de estreia dos Beatles no “Ed Sullivan Show”.

Uma homenagem a Elmar Passos Tocafundo, Radialista e Divulgador da antiga CBS.

Elmar Passos Tocafundo nasceu a 21 de janeiro de 1940 e estaria completando 74 anos hoje, se não tivesse falecido tão precocemente, aos 61 anos de idade.

Elmar Tocafundo 2

Elmar iniciou sua carreira nos diários associados em 1956, quando fazia programação de duas rádios, a Guarani e Mineira, as duas de grande destaque na época.
Foi o primeiro divulgador da CBS em 1962, abraçando o movimento da Jovem Guarda, promovendo inúmeros artistas, incluindo Roberto Carlos, Renato e Seus Blue Caps, Jerry Addriani, Cláudio Fontana, entre outros.

Elmar Tocafundo 1

Foi Elmar Tocafundo quem levou Roberto Carlos em 1966 para conhecer uma compositora, que mais tarde se tornaria “o queijinho de Minas” dos programas Jovem guarda, que foi Martinha.
Elmar também passou pela gravadora Copacabana Discos nos anos 70, a convite de Nelson Ned, seu amigo em Belo Horizonte, e em meados dos anos 80 foi para a Gravadora RGE.

Elmar Tocafundo com Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa numa carreata organizada por ele; dirigindo o calhambeque estava Obregon Gonçalves, saindo da Pampulha e chegando na Avenida Afonso Pena, em 1967.

Elmar Tocafundo com Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa numa carreata organizada por ele; dirigindo o calhambeque estava Obregon Gonçalves, saindo da Pampulha e chegando na Avenida Afonso Pena, em 1967.

Elmar Tocafundo faleceu em 03 de maio de 2001, e em nota o colunista Mário Fontana publicou o lamentável ocorrido no Jornal Estado de Minas Gerais.

Nota de falecimento editada pelo colunista Mário Fontana, em 2001, pelo Jornal Estado de Minas Gerais.

Nota de falecimento editada pelo colunista Mário Fontana, em 2001, pelo Jornal Estado de Minas Gerais.

Elmar foi um dos melhores divulgadores de artistas da música no Brasil, também muito querido por todos, sem contar que manteve grande audiência no rádio de Minas por mais de 40 anos.
A Elmar Tocafundo, nossas homenagens pelos serviços prestados a tantos artistas nacionais.

A Jovem Guarda enlutada se despede de um dos seus grandes ídolos!

Nesta data, por volta do meio-dia, partia para o salão do grande baile, Márcio Augusto Antonucci, que ao lado de seu irmão Ronald Antonucci, formavam uma das mais famosas duplas da Jovem Guarda: OS VIPS

Os Vips

O Márcio agora é uma estrela no céu… Foi se juntar a tantos outros músicos que se foram, empobrecendo a música na terra, porém engrandecendo o coral dos anjos!

São Paulo, 23 de novembro de 1945 / Rio de Janeiro, 20 de janeiro de 2014

Que você tenha feito uma linda passagem Márcio, e nossos sentimentos de pesar a toda sua família e legião de fãs!

Fica aqui o nosso triste Adeus, e até “A Volta”!

Estou guardando o que há de bom em mim
Para lhe dar quando você chegar
Toda ternura e todo meu amor
Estou guardando para lhe dar

E toda vez que você me beijar
A minha vida quero lhe entregar
Em cada beijo, certo ficarei
Que você não vai me deixar

Grande demais foi sempre o nosso amor
Mas o destino quis nos separar
E agora que está perto
O dia de você chegar
O que há de bom vou lhe entregar

Só vejo a hora de você chegar
Para todo o meu amor poder mostrar
Mas quando eu, de perto te olhar
Não sei se vou poder falar

Grande demais foi sempre o nosso amor
Mas o destino quis nos separar
E agora que está perto
O dia de você chegar
O que há de bom vou lhe entregar

Só vejo a hora de você chegar
Prá todo o meu amor poder mostrar
Mas quando eu, de perto te olhar
Não sei se vou poder falar

Estou guardando o que há de bom em mim
Para lhe dar quando você chegar
Márcio

“Ronald Red era o cantor do programa Ritmos para a Juventude apresentado por mim, na Radio Nacional de S.Paulo (hoje Globo). Aos sábados eu fazia o programa no auditório da Rua Sebastião Pereira, 315 onde hoje existe o minhocão. Ronald Red não agradava muito cantando solo. Eu disse a ele, acho que você poderia cantar em dupla com alguém. Na ansiedade de não perder aquela oportunidade, imediatamente se prontificou falar com seu irmão que trabalhava ali perto, na firma HERMES MACEDO. Era o MÁRCIO ANTONUCCI, que aceitando o convite formou a dupla OS VIPS e dai em diante se firmaram e acabei levando-os para a Continental Discos e lá gravaram uma faixa no LP REINO DA JUVENTUDE, com a musica TONIGHT. Dai pra frente, após serem divulgados em meus programas e já conhecidos passaram a fazer o programa Jovem Guarda, emplacando outros sucessos com destaque no mundo artístico até hoje. O irmão ficou sem o companheiro mas poderá voltar a cantar solo, como fizeram outras duplas artísticas.”(Antonio Aguillar)