Emoções em Alto Mar!

De 27 a 30 de janeiro de 2013, Antonio Aguillar esteve com a sua esposa Célia a bordo do Transatlântico Costa Favolosa, onde mais de 3 mil pessoas, vindas de todas as partes do Brasil, puderam viver muitas emoções com as apresentações do cantor Roberto Carlos.

Transatlântico do Projeto Emoções em Alto Mar

Transatlântico do Projeto Emoções em Alto Mar

Durante os 4 dias vivendo este maravilhoso cruzeiro a bordo do Costa Favolosa, Aguillar teve a oportunidade de entregar a Roberto o Troféu exclusivo da Rádio Capital, entregue aos artistas que estão há mais de 50 anos na carreira artística, como é o caso de Roberto.

IMG_9771 1

Estiveram presentes no Cruzeiro, pessoas como a secretária de Roberto Carlos, Edi Silva, os irmãos de Roberto Carlos, o Padre Antonio Maria, que celebrou missa, Tom Cavalcanti, entre outros…

Nesta foto Aguillar está com Edi Silva, que foi contratada pela CBS em 1963 para divulgá-lo, e até hoje o acompanha sempre.
No início da carreira de Roberto, quando ele iniciava sua nova fase em São Paulo, ele participava dos programas de Rádio e Televisão que eram comandados por Antonio Aguillar. Naquela época Roberto havia gravado a canção “Malena”, que era a música de divulgação do seu disco.
Edi Silva percorria todas as principais emissoras de rádio de São Paulo para divulgar Roberto Carlos, que depois foi incentivado por Aguillar a gravar Rock, pois somente assim ele poderia chegar às paradas de sucessos, na época influenciadas por este novo ritmo no Brasil.
Roberto Carlos chegou a dizer que não gravaria Rock porque era um cantor romântico, mas conversando com Erasmo Carlos, que já era roqueiro, ele acabou fazendo com ele a versão chamada “SPLISH SPLASH”.
Daí em diante Roberto começou a fazer parte da grande parada de sucesso e em seguida gravou “Calhambeque”, que foi um sucesso total. Roberto então foi conseguindo cada vez mais espaço na midia até chegar ao título de “Rei da Juventude” do Brasil.

Antonio Aguillar e Edi Silva

Antonio Aguillar e Edi Silva

No auditório do transatlântico, aguardando o show, estavam os dois irmãos de Roberto Carlos, Carlos Alberto Braga e Lauro Roberto Braga.

Carlos Alberto e esposa e Lauro Roberto

Nesta foto estão o Pe. Antonio Maria, Aguillar e Célia.
O padre Antonio Maria é fã de Roberto e chegou a gravar um CD com a canção Jesus Cristo, com a participação de Roberto Carlos, e recebeu o convite para o Cruzeiro. Até rezou uma missa no navio.

Celia Pe.Ant.Maria - Aguillar

E foram tantas emoções…

IMG_9774 1

Anúncios

Roberto Carlos recebe Troféu das mãos de Antonio Aguillar em Alto Mar!

Antonio Aguillar esteve presente no Transatlântico Costa Favolosa e foram muitas “Emoções”…

DSC08258 com o Rei Roberto Carlos, e teve oportunidade de entregar-lhe o Troféu da Rádio Capital, pelos seus mais de 50 anos de vida artística.

Antonio Aguillar agora já está de volta depois de passar com sua esposa Célia, 4 dias maravilhosos neste PROJETO EMOÇÕES em alto mar, ao lado do Rei Roberto Carlos e junto com mais de 3 mil pessoas, vindas de todos os principais estados do Brasil. Havia gente até de Angola e Moçambique, vejam que força tem esse homem chamado Roberto Carlos, neste projeto que durante esses 9 anos incentivou outros projetos semelhantes com outros artistas.

Ele conta que sua maior felicidade é que o TROFÉU HOMENAGEM, oficializado pela Radio Capital e entregue em nome de seu programa “JOVENS TARDES DE DOMINGO” ao ROBERTO CARLOS teve grande significado.
Os artistas da Jovem Guarda com mais de 50 anos de atividade artística, têm o direito a esta jóia que é personalizada e composta de uma guitarra, contendo as informações seguintes com o nome do artista contemplado.
Trofeu guitarra 2

AS FOTOS DA ENTREGA DO TROFÉU AO REI!

IMG_9771 1

IMG_9772 1

IMG_9774 1

Roberto agradece Aguillar pelo Troféu:

“Como é difícil o Roberto poder ir ao nosso show para receber, fiz a entrega no navio e ele recebeu com muita honra conforme ele mesmo disse. O importante é que ele aceitou receber num ambiente onde estavam cerca de 3 mil pessoas participantes e mais a sua equipe de trabalho. Fui cumprimentado durante os dias subsequentes por muita gente que achou uma outorga merecida.” (Antonio Aguillar, em 31-01-2013)

DSC08279

DSC08273

DSC08277

Proj. Alto Mar

Antonio Aguillar e sua esposa Célia a bordo do Transatlântico Costa Favolosa

George Harrison e seu bom humor!

Chegando o mês de aniversário do “Beatle Quieto” (25 de fevereiro), este post recorda o bom humor do guitarrista mais jovem dos Beatles!
George Harrison
Segue uma carta que George Harrison escreveu a Susan Houghton, uma espécie de guia do passo-a-passo de como lavar seu carro.
Susan era uma fã fanática desde os tempos de Hamburgo, em 1962, e teve a sorte de fazer grande amizade com Harrison, como podemos constatar nesta cativante troca de mensagem por ocasião do Natal de algum ano já distante…
Para quem não sabe, o proprietário do carro coberto de sujeira, da marca Ford Classic, em Forthlin Road foi um certo Sr. McCartney…

Carta a Susan 1

Carta a Susan 2

Carta a susan 3


Transcrição da Carta

42, BRODIE AVE.
MOSSLEY HILL
LIVERPOOL 18.

Dear Susan,

I hope you had a good chrimbo, and have a happy nuclear ☮ too. Thank you for giving my mum flowers and chocs. [It was you wasn’t it??] Thanks also for the card, in fact THANKS A HEAP SUSAN. “Your too kind” John Lennon

Instructions for washing car:-

1/. Use plenty of soapy clean water, preferably warm.

2/. When car is [though it may take a lot of water]- clean, leave to dry off for about 20 minutes. [You can have a cup of tea now].

3/ Now ask mother to find some dusters, [2 each] and with the polish, apply with no.1 duster over an area of about 1 sq foot at a time, in a circular motion. Don’t leave it too long before polishing off. This should be carried out until the car is spotless, and gleaming clean. [Don’t forget the wheels!]

4/. Take 1 brush or vacuum cleaner, and have a bash at the carpets. They too can be made to look like new.

5/. The windows [interior] should be polished now, after which you can retire for another tea.

6/. Before returning home, I suggest you look over the car again, for any parts you may have missed out, on finding, they should be cleaned accordingly.

7/. Now proceed to 20 Forthlin RD. with about 6 buckets full of dirty muddy greasey water, where a shiney Ford Classic will be seen. Spread contents of the buckets evenly, so as to leave a nice film of muck over the car. You can now return home knowing you have done your deed for the day. Thank you!!!

Proceedings should be carried out about the 8th of January.

Thanks again for the cheerio for now don’t forget Ban the Bog.

Love from George [Harrison] xxxxxx

A Jovem Guarda está de luto, morre em São Paulo o músico Nenê!

Na madrugada de 30 de janeiro de 2013, Lídio Benvenuti Jr., o Nenê dos Incríveis, era levado de ambulância para o hospital, por seu filho Beto, mas não conseguiu vencer a doença, e perdeu a luta…

O câncer levou também um dos maiores músicos da Jovem Guarda!

Hoje a comoção tomou conta dos amigos de Nenê, como Marco Mallagoli, que logo cedo me deu a notícia, Raul de Barros, dos Tremendões, Aramis Santoro de Barros, dos Canibais, Eduardo Reis, Albert Pavão, entre outros.

Nene e Marco Mallagoli

Raul de Barros, ao receber a notícia da morte de seu compadre, disse…”EU NÃO TINHA ACREDITADO MAS ACABEI DE FALAR COM BETO, SEU FILHO MAIS VELHO QUE ESTAVA NO HOSPITAL ESPERANDO A LIBERAÇÃO DO CORPO. PERDI MEU MELHOR AMIGO, MEU CUMPADRE LÍDIO BENVENUTI JR. O NENÊ DOS INCRÍVEIS. ESTA FOI NOSSA ÚLTIMA FOTO JUNTOS ANO PASSADO, ROMEU (IRMÃO DO NENÊ), EU E NENÊ. FALEI COM ELE NA SEGUNDA-FEIRA PELA ÚLTIMA VEZ, LIGUEI PRÁ ELE AGORA E A MENSAGEM DELE CONTINUA. ESTOU MUITO TRISTE…”

Raul Nenê e Romeu

Na quinta-feira passada, dia 24 de janeiro, Raul ainda conversou com o amigo:

Raul DE Barros 24 de janeiro:
“Estava eu conversando com meu amigo e cumpadre Nenê (Os Incríveis) pelo telefone agurinha e nos lembramos de alguns apelidos colocados nos cantores e conjuntos dos tempos da Jóvem Guarda e que hoje devem estar assim, o Nenê é fera nesse assunto, segue aqui alguns deles e voces descobrem de quem se trata, qualquer dúvida é só perguntar: Marasmo Carlos, Roberto Cacos, Derrubado Araujo, Silvéinha, Mortinha (o gorgonzola de Minas), Wandervéia, Vódirene, Os Incríses, Dejeto Blacks, The Gordons, Jerry Arde Em Anus, Ronnie Em Vão, Olden Boys, Bofe Di Carlo, Wandergay Largoso, Relaxo sem Blue Caps, The Frigidos, Tony Sem Pelo, Vónusa, Dreno In Dino, Os Hips. Essa foto tiramos numa de minhas viagens ao Brasil quando fomos degustar uma pizza deliciosa na Pizzaria Degas da Teodoro Sampaio.”

Raul e Nene

Raul DE Barros publicou um vídeo de quando esteve com Nenê pela última vez…

30 de janeiro de 2013 12:32
Na loja do seu sobrinho Romeu na Teodoro Sampaio quando experimentava um amplificador, tive a oportunidade de filmar em 2011.

30 de janeiro de 2013 12:38
Todas as vezes que eu ia ao Brasil, o Nenê ia me buscar e a gente saia juntos, nos divertíamos muito, era alegria geral e total, esse era meu amigo de verdade, ainda bem que tive a felicidade de gravar essas imagens que guardarei sempre prá recordar. Ele não gostava de dirigir carro, ele cortava todo mundo e xingava o tempo todo, seu transporte favorito era moto. Isso foi em 2011.

Aramis Barros:
NENÊ BENVENUTI, QUE TOCOU NOS INCRÍVEIS, ELIS REGINA, RAUL SEIXAS, ETC….QUE DEUS O RECEBA COM MUITA LUZ E ALEGRIA.

Eduardo Reis 30 de janeiro de 2013 12:01
É com enorme pesar que recebo, via Borbinha, a noticia do falecimento deste grande amigo e pessoa muito querida por todos nós. O que dizer a não ser que a Jovem Guarda e o mundo musical esta de luto. Saudades amigo Nene.

Nenê e Eduardo Reis

“Quando batizamos nosso filho em Aparecida do Norte, há 40 anos, Nenê foi padrinho juntamente com Beth, sua esposa na época. Nenê, Beth com nosso filho no colo, Veva e Eu.” (Raul de Barros)

Raul Veva e Nenê

Risonho Waldemar Mozena também lamentou a morte do companheiro de banda…
“Amigos aqui do facebook…é com muita tristeza que confirmo o falecimento de meu amigo e companheiro no conjunto Os Incriveis “NENE”, ele se foi, mas deixara em meu coração e tenho certeza nos corações de muitos amigos e fãns por este Brasil a fora uma SAUDADE imensa.Não estarei no velório, pois eu e Marlene estamos viajando e estamos muito longe, mas estaremos la com nossos pensamentos e sentimentos .
Adeus meu amigo, agora vc esta com Mingo e Manito la tocando Czardas, O Bananeiro e era um garoto…………”

Albert Pavão escreveu:
“FALECEU NENÊ BENVENUTTI DOS INCRÍVEIS
Hoje, quarta feira só entrei no computador agora à tarde e recebí uma notícia muito triste: Nenê Benvenutti, baixista dos Rebels, dos Beatniks, dos Incríveis e dos Originals entre outras bandas tinha falecido. Sempre que eu comparecía às feirinhas do Tangerino, na avenida Paulista, em S.Paulo, me encontrava com ele. Nas duas últimas que fui ele não estava. Mas ele esteve numa no final do ano passado à qual eu não fui, e me disseram que ele estava muito magro. Lembro dele ao gravar comigo pelos Rebels (2ª formação), tocando baixo com muita perícia, as faixas “Meu broto só pensa em estudar” e “Biquininho”, isto em 1964. Que descanse em paz.”

Os incríveis

O corpo do músico está sendo velado na Beneficência Portuguesa em São Paulo. Posteriormente, logo mais no final da tarde, haverá cerimônia de cremação na Vila Alpina também em São Paulo.

Antonio Aguillar: “Fui ao velório e encontrei a Wanderlea, Ronald dos Vips, Made In Brazil, Dick Danello, Vitor Daniel do Os Diferentes, Claudio Fontana, e muitos outros amigos desse querido musico.”

Radialista Luiz Aguiar: “Há pouco tempo ainda me procurou pra pedir meu endereço e me mandar um livro que recém lançara…Grande cara! Muita tristeza…”

Emerson Links: “Os meus sentimentos aos familiares do músico. Realmente parte do rock brasileiro e da jovem guarda partiu com ele. É um dia que exige muita reflexão e serenidade. Nesse país sem memória, Os Incríveis eram pouco lembrados. Se fosse nos EUA, a história seria outra. Que o Nenê descansa em paz e com muito rock tal qual ele adorava.” (EMERSON LINKS, O AUTOR DA “BÍBLIA DO ROCK”).

“NO FINAL DE 2011 FIZEMOS UM BAILE NO VILA MARIA CLUBE COM O GRUPO KM 60 ONDE EU E O NENÊ PARTICIPAMOS DO BAILE; DA ESQUERDA PRA DIREITA TEMOS O TONINHO, EU, NENÊ, CLAUDEMIR E UM AMIGO; TINHAMOS MARCADO OUTRO BAILE PARA O FIM DE 2012 PORÉM NÃO FOI POSSIVEL, POR RAZOES CONHECIDAS, QUE DEUS RECEBA NOSSO AMIGO DE MAIS DE 50 ANOS EM SUA MORADA, QUE ASSIM SEJA.”

Foguinho e Nenê

João Pimentel: “E o Nenê se foi. Nenê sempre me passou alegria quando tocava.
Estas fotos registram a última vez que o vi tocar ao vivo, foi em Farol de São Thomé (28-01-07) – Campos dos Goytacazes – RJ.
Descanse em paz Nenê.”

Nenê - 28-01-2007 Campos dos Goytacazes 2

Nenê - 28-01-2007 Campos dos Goytacazes 1

Foto do arquivo de João Pimentel: Ed Wilson, que também estava com o Nenê nos The Originals no show na Praia Farol de São Thomé em Campos dos Goytacazes

Foto do arquivo de João Pimentel: Ed Wilson, que também estava com o Nenê nos The Originals no show na Praia Farol de São Thomé em Campos dos Goytacazes

Albert Pavão:
“Esta foto é da última vez que encontrei Nenê Benvenutti na feirinha da avenida Paulista (Tangerino) no ano passado em S.Paulo. Na foto aparece o Nenê, eu e o Antonio Aguillar. Aos fundos o Carlos Alberto Lopes (Sossego).”

Nenê, Albert Pavão e Antonio Aguillar

Nenê, Albert Pavão e Antonio Aguillar

Estou desolado. Ainda não acredito que nosso...

George Freedman 6 de fevereiro de 2013 03:00
“Estou desolado. Ainda não acredito que nosso querido amigo Nenê se foi. Toda vez que olho para a contra-capa do meu LP de maior sucesso “Coisinha Estúpida,” vejo ele me acompanhando em um programa dos anos 60, na TV EXcelsior, canal 9…, que tristeza perder amigos que amamos. Espero que Deus em sua infinita misericórdia, lhe mostre o caminho da luz, para que ele encontre o lar da paz e da felicidade eterna. Que Deus tenha piedade de seu espírito, querido amigo. Sua missão neste planeta terminou, agora começa o trabalho de purificação espiritual… Será que o Manito, O Mingo e o Nenê foram convocados para um show no além? Eu, parei de cantar, hein???Temos que nos cuidar pois, o Marcos Roberto já deve estar ensaiando sua apresentação…, será uma apresentação divina!!! Um dia eles voltarão e serão um grupo de sucesso como os Beatles, Rollingstones ou outra grande banda de sucesso. Faz parte da evolução espiritual!!! Vamos aguardar. Espero não estar escalado para o evento…, não tenho preparo espiritual para isso!!! Ainda tenho muito por fazer na terra. Tenho muito para pagar!!!”

george freedman e nenê - contracapa LP

E os Beatles subiram no telhado da Apple!

No dia 30 de janeiro de 1969, o concerto no telhado, com duração de 42min. realizado no telhado da Apple HQs em Londres, pelos Beatles, faz aniversário.
Concerto do Telhado - Beatles

The Complete Roof Top Concert

Há 45 anos os Beatles fizeram sua última apresentação ao vivo, que ficou conhecida como “Rooftop Concert” (Concerto do telhado), realizado no terraço da Apple, a empresa da banda, no número 3 de Savile Row. Naquele momento, a banda estava aos cacos, George Harrison sem o menor ânimo de fazer nada, interessado apenas em seus estudos da cultura indiana; John, imerso em suas loucuras com Yoko Ono; Ringo Starr, esperando os acontecimentos e Paul McCartney, o único interessado em manter a banda funcionando. De uma discussão entre eles sobre como terminar as filmagens do documentário “Let it be” com um show ao vivo, prevaleceu a idéia mais simples, que foi a de fazer ali mesmo na sede da Apple.

O show foi gravado pelos engenheiros Glyn Johns e Alan Parsons em oito canais. O canal um com a voz de Paul, John no canal dois com o vocal de George. O órgão e piano do convidado Billy Preston no canal três, o baixo de Paul no quatro, a bateria de Ringo no seis, a guitarra de John no sétimo e a de George no oitavo. O quinto ficou para sincronização da equipe de filmagem do diretor Michael Lindsay-Hogg.
Concerto do telhado Beatles 2
Parsons diz que houve pânico quando a equipe técnica recebeu a ordem, mas que ninguém contestava os Beatles. “É no telhado? Que seja.” Glyn recebeu ordens para comprar meias de mulher para cobrir os microfones para evitar o efeito do vento frio. Ele contou que foi meio constrangedor chegar no balcão da Marks & Spencer e pedir meias femininas. “Perguntaram de que tamanho e respondi que qualquer um servia. O vendedor me olhou de um jeito muito estranho”.
O show durou 42 minutos e agitou a vizinhança, como pode ser visto no filme “Get back”, e deu até polícia, chamada por algum vizinho que não respeitou o maior patrimônio musical britânico do pós-guerra. Quando começaram a tocar, ficou claro que a mágica continuava lá apesar das desavenças. A primeira foi o single “Get back”. Ao final Paul se referiu a Ted Dexter, jogador de cricket e John falou “Tivemos um pedido de Martin Luther…”. A seguir atacaram de “Get back” de novo, com uma fala final de John, que dizia… “Recebemos um pedido para Daisy, Morris e Tom”. A terceira foi “Don’t let me down”, seguida de “I’ve got a feeling”. John diz ao final “oh my soul”…”so hard”. Uma das primeiras composições de Lennon e McCartney, “The one after 909”, é a seguinte, com John cantando um trecho da canção irlandesa “Danny boy” – “Danny boy/ the pipes the pipes are calling”.
Dig a pony” teve duas contagens no começo e John termina com a fala “Obrigado irmãos…Mãos muito geladas para tocar os acordes”. Enquanto Alan Parsons troca as fitas, eles improvisam o hino britânico “God save the queen” e continuam com a segunda versão de “I’ve got a feeling”, seguida de uma terceira “Get back”, já com a presença da polícia no telhado, o que leva Paul a improvisar “Vocês estão tocando no telhado de novo… e vocês sabem que mamãe não gosta..ela vai fazer vocês serem presos…”. No final ouve-se o grito de entusiasmo da mulher de Ringo, Maureen, e Paul agradece “Thanks Mo”. E John diz: “Gostaria de dizer obrigado em nome do grupo e no nosso… Espero que tenhamos passado na audição.”

Alan Parsons disse que este foi um dos dias mais geniais de sua vida: “Ver os Beatles tocando juntos e conseguindo uma resposta imediata das pessoas à sua volta, cinco câmeras no telhado, câmeras na rua, foi inacreditável…um dia mágico.” Realmente os que estavam no terraço e os que conseguiram ver dos prédios vizinhos foram privilegiados. Os Beatles tocaram num ambiente controlado bem diferente dos dias de loucura que terminaram em agosto de 1966, quando desistiram de tocar ao vivo após um show no Candlestick Park de San Francisco, quando os gritos das fãs impediam que ouvissem o que tocavam. Infelizmente estavam desgastados demais para perceber que havia uma nova era de shows adiante, nos anos 70, em que as platéias começaram a ouvir as bandas e os sistemas de som melhoraram.
Parte do material do telhado foi para o disco “Let it be” editado. A idéia era mostrar os Beatles com a simplicidade do começo num ambiente descontraído com o título de “Get back”, mas a idéia não deu certo, depois da briga deles. Antes de lançar “Let it be” em 1970, eles gravaram e lançaram “Abbey Road”, um de seus discos mais populares.
Concerto do Telhado Beatles 3

Fonte : O Globo, por Jamari França

Um trecho do Concerto:

I’ve Got A Feeling, uma das canções apresentadas, foi composta por Paul durante as sessões de gravação do Let it Be.

Acontece que John Lennon e Yoko Ono tinham gravado “Everybody Had a Hard year ‘, como parte de um pequeno filme que eles fizeram chamado “Filme # 6”.

Durante a gravação, Lennon sugere e Paul acata, fundir as duas musicas numa só.

Em sua parte, Lennon faz um contraponto à canção original com um resultado excelente.

Na apresentação fica evidente, que mesmo nessa fase complicada deles, John e Paul eram extremamente harmoniosos e competentes.

Fonte: Comunidade do Orkut, We Love the Beatles Forever

The Beatles e James Taylor

james-taylor

James Taylor foi lançado pela Apple Records, em 1968, pelas mãos de George Harrison e Paul McCartney.

The Beatles e James Taylor

Certa vez em um concerto, antes de tocar seu primeiro número, James Taylor contou esta estória de como ele retornou em 1968 depois de um longo período de pausa em sua carreira.
Ele havia estado numa sala com Paul McCartney e George Harrison, e tocou uma canção pra eles. Depois que ele tocou a música, tanto Paul como George decidiram dar a ele a oportunidade de gravar pela Apple Records.
Com muito entusiasmo, James Taylor contou para a multidão ali presente como existem certos momentos de mudança na vida da gente, alguns maus, outros bons. Ele contou que quando Paul e George fizeram o convite, ele sentiu como se tivesse dado um passo adiante para uma verdadeira vida feliz.

Ele gravou uma canção chamada “Carolina in my Mind” com Paul McCartney nos vocais e no baixo, e George Harrison na guitarra.

James Taylor também compôs uma canção chamada “Something in the Way She Moves!”, e George gostou tanto da música que fez um “coverzinho” dela, colocando o título de ‘SOMETHING”, lançada pelos Beatles em 1969, no LP Abbey Road.

Através de ” Something “, de George Harrison, a música de James Taylor, “Something in the Way She Moves!” passou a ser conhecida na Inglaterra…

Neste vídeo, James Taylor interpreta magistralmente a canção “Here Comes the Sun”!

The Beatles e a Realeza

Hoje vou postar um texto escrito por Bill Harry e publicado no Mersey Beat, intitulado “The Beatles and Royalty” (The Beatles e a Realeza).

Royalty and the BeatlesMersey Beat era uma publicação sobre música que havia em Liverpool no início dos anos 60, fundado por Bill Harry, que foi um dos colegas de classe de John Lennon na “Liverpool Art College”. O jornal trazia notícias sobre as bandas locais, e estrelas que chegavam na cidade para tocar.
Os Beatles tinham uma ligação muito próxima com o Mersey Beat, o qual conduziu muitas estórias com exclusividade e as respectivas fotos inéditas. Eles também publicaram vários escritos iniciais de Lennon, incluindo a história da banda.

O texto publicado no Mersey Beat e escrito por Bill Harry foi traduzido por mim, portanto se houver algum equívoco na tradução, queiram me desculpar.

The Beatles and Royalty
By Bill Harry

Os Beatles e a Realeza
Por Bill Harry

The Beatles touched every strata of British society and were even popular with the Royal Family. At one time Prince Charles wrote off requesting the Beatles autographs – and received them. Unfortunately, they weren’t genuine ones, but examples of the thousands of ‘forged’ Beatles autographs signed on their behalf by their road manager Neil Aspinall.

Os Beatles atingiram todas as camadas da sociedade britânica e foram até mesmo populares com a Família Real. Certa vez o príncipe Charles escreveu solicitando os autógrafos dos Beatles – e os recebeu. Infelizmente, eles não eram verdadeiros, mas exemplares dos milhares de ‘falsos autógrafos’ dos Beatles assinados em nome deles pelo seu gerente Neil Aspinall.

royalty1The group’s associations with Royalty first began when they appeared on the Royal Variety Show at the Prince of Wales Theatre, London on November 4 1963 in the presence of the Queen Mother, Princess Margaret and Lord Snowdon. This was the occasion when John Lennon made his famous remark to the audience, “On this next number I want you all to join in. Would those in the cheap seats clap their hands. the rest of you can rattle your jewelry.”

As associações do grupo com a realeza começaram primeiramente quando eles apareceram no Royal Variety Show, no Teatro Príncipe de Gales, em Londres, em 04 de novembro de 1963, na presença da Rainha Mãe, Princesa Margaret e Lord Snowdon. Esta foi a ocasião em que John Lennon fez sua famosa observação para o público: “no próximo número eu quero que vocês todos participem; as pessoas nos assentos baratos podem bater palmas, e o resto de vocês podem chacoalhar as jóias”.

royalty2

NOTA: As palavras de John foram um pouco diferentes destas do texto, como podemos ouvir no vídeo abaixo:

“For a last number I´d like to ask you a help; the people in the cheaper seats clap your hands and the rest of you can just rattle the jewelry”.

“Para um ultimo número gostaria de pedir a ajuda de vocês; as pessoas nos assentos mais baratos batam palmas e o resto de vocês pode apenas chacoalhar as jóias”.

After the show the Beatles were presented to the Queen Mother in the Royal lounge. She told them she’d enjoyed the show and asked them where they would be performing next. They told her, “Slough.” “Ah,” she said, delighted, “That’s near us.” When she was asked to comment on the Beatles she said, “They are so fresh and vital. I simply adore them.”

Depois do show, os Beatles foram apresentados à Rainha Mãe no salão Real. Ela disse a eles que tinha gostado do show e perguntou-lhes onde eles estariam executando o próximo. Eles responderam: “Slough” (na lama?!). “Ah”, disse ela, se divertindo: “É perto de nós.” Quando ela foi convidada a comentar sobre os Beatles, ela disse: “Eles são tão divertidos e possuem muita vitalidade. Eu simplesmente os adoro.”

Prince Philip called them ‘good chaps’. On March 23, 1964 he presented the Beatles with two Carl-Alan Awards at the Empire Ballroom, Leicester Square and chatted with John Lennon about books.

O Príncipe Philip chamou-os de ‘good chaps”. Em 23 de março de 1964 ele presenteou os Beatles com dois prêmios Carl-Alan no Empire Ballroom, Leicester Square e conversou com John Lennon sobre livros.

Controversy arose in October 1965 when the Queen and Prince Philip were touring Canada. The headlines in the newspapers quoted the Prince as saying that the Beatles “were on the wane.” The press made capital of this comment regarding the current popular phenomenon and the London Standard ran a poll in which five out of seven readers said that what Prince Philip had said wasn’t true. In fact, Prince Philip hadn’t made such a statement. He’d been misquoted. He sent Beatles manager Brian Epstein a personal telegram in which he explained that he’d been asked about the Beatles and had replied, “I think the Beatles are away.”

A polêmica começou em outubro de 1965, quando a rainha e o príncipe Philip estavam fazendo turismo no Canadá. As manchetes nos jornais citavam que o príncipe estava dizendo que os Beatles “estavam em declínio”. A imprensa fez alarde deste comentário a respeito do atual fenômeno popular e o London Standard publicou uma enquete em que cinco dos sete leitores disseram que o que o príncipe Philip dissera não era verdade. De fato, o príncipe Philip não tinha feito tal declaração. Ele foi mal interpretado. Ele enviou ao empresário dos Beatles, Brian Epstein, um telegrama pessoal no qual explicou que tinha sido questionado sobre os Beatles e respondeu: “Acho que os Beatles foram embora.”

The member of the Royal family most associated with the Beatles is Princess Margaret, who John Lennon referred to in one of his book as Priceless Margarine. On July 6, 1964 the Princess and Lord Snowdon attended the premier of ‘A Hard Day’s Night’ at the London Pavilion. After the premier there was a private party at the Dorchester Hotel and the Princess and Lord Snowdon dropped by with some frieds. The Princess and her entourage seemed to be enjoying themselves when George Harrison approached Walter Shenson, the film’s producer and said, “When are we going to eat?” Shenson told him that they couldn’t possibly eat until Princess Margaret and Lord Snowdon had left. “Just be patient,” he said. After another 15 minutes had elapsed, George walked up to the Princess and said, “Your Highness, we really are hungry and we can’t eat until you two go.”

O membro da família real mais ligado aos Beatles é a Princesa Margaret, a quem John Lennon se referiu em um de seus livros como “Margarine Sem Preço”. Em 06 de julho de 1964 a princesa e Lord Snowdon assistiram à estréia de ‘A Hard Day’s Night “no Pavilhão de Londres. Após a estréia houve uma festa particular no Hotel Dorchester e a princesa e o Lord Snowdon apareceram lá com alguns amigos. A princesa e sua comitiva pareciam estar se divertindo quando George Harrison se aproximou de Walter Shenson, o produtor do filme, e disse: “Quando é que vamos comer?” Shenson disse-lhe que eles possivelmente não poderiam comer até que a princesa Margaret e Lord Snowdon tivessem partido. “Seja paciente”, disse ele. Após terem decorrido mais 15 minutos, George caminhou até a princesa e disse: “Sua Alteza, nós realmetne estamos com fome e não podemos comer até que vocês dois se retirem.”

royalty3
“I see,” said the Princess. “Well, in that case, we’d better run.” At the Carl-Alan Awards on March 8 1965, once again held at the Empire Ballroom, Leicester Square, Princess Margaret presented a Beat Group Award to Brian Epstein on behalf of the Beatles. Princess Margaret and Lord Snowdon once again attended a Beatles premier on July 29 1965 when ‘Help!’ was unveiled at the London Pavilion.

”Entendo”, disse a princesa. “Bem, neste caso, é melhor irmos logo.” No “Carl-Alan Awards” em 8 de março de 1965, mais uma vez realizado no Empire Ballroom, Leicester Square, a princesa Margaret apresentou um prêmio chamado “Beat Group Award” para Brian Epstein, em nome dos Beatles. A princesa Margaret e Lord Snowdon mais uma vez participaram de uma estréia dos Beatles em 29 de julho de 1965, quando ‘Help!’ foi apresentado no Pavilhão de Londres.

On Tuesday March 4, 1969, Princess Margaret made an unscheduled visit to Twickenham Film Studios to watch Ringo Starr and Peter Sellers during the filming of ‘The Magic Christian.” She remained on the set from 11am until 5pm. Other visitors to the set that day were Paul and Linda McCartney and Mary Hopkin. Paul and the Princess spent most of the afternoon in conversation together.
The Princess also attended the premier of ‘The Magic Christian’ at the Odeon, Kensington on December 11, 1969. Ringo and his wife Maureen were at the premier – as were John and Yoko – who amused the crowds as they paraded before them with a banner proclaiming ‘Britain Murdered Hanratty.’

Na terça-feira, 4 de março de 1969, a princesa Margaret fez uma visita não programada aos Estúdios de Filmagem Twickenham para assistir Ringo Starr e Peter Sellers durante as filmagens de ‘The Magic Christian “. Ela permaneceu no set das 11h da manhã até 5h da tarde. Outros visitantes presentes no set de gravações aquele dia foram Paul e Linda McCartney e Mary Hopkin. Paul e a Princesa passaram a maior parte da tarde juntos, conversando.

A princesa também participou da estréia de ‘The Magic Christian’ na Odeon, em Kensington, em 11 de dezembro de 1969. Ringo e sua esposa Maureen estavam na estréia – como estavam John e Yoko – que divertiram a multidão quando desfilaram diante deles com uma faixa proclamando “Britain (Grã-Bretânia) assassinou Hanratty”.

On March 12 1969 Rory McEwan was throwing a Pisces-themed party in Chelsea to which George and Pattie Harrison had been invited. That same day there was a police raid on their home. Drugs were found and they were taken to the police station for questioning. Their solicitor Martin Polden secured their release and they arrived at the party that evening. Princess Margaret and Lord Snowdon were there.

Em 12 de março de 1969 Rory McEwan foi levado a uma festa em Chelsea, cujo tema eram peixes, para a qual George e Pattie Harrison tinham sido convidados. Naquele mesmo dia houve uma batida policial na casa deles. Drogas foram encontradas e eles foram levados para a delegacia de polícia para interrogatório. O advogado deles, Martin Polden, garantiu que seriam liberados e eles chegaram à festa naquela noite.A princesa Margaret e Lord Snowdon estavam lá.

George went up to them and told them that he and Pattie had just been busted. “Oh my, what a shame,” said the Princess. “Can you help us? Can you sort of use your influence to eliminate the bad news?” George asked. Princess Margaret seemed horrified at the suggestion, “Oh, I don’t think so,” she said.

They were then joined by Pattie’s younger sister Paula, who took a joint out of her purse and lit it. When she noticed that everyone was staring at her she thought they were annoyed because she hadn’t passed it round. She held it out to Princess Margaret and said, “Here, do you want this?” The Princess and Lord Snowdon fled the party.

George foi até eles e lhes disse que ele e Pattie tinham acabado de ser presos. “Oh meu Deus, que vergonha”, disse a princesa. “Você pode nos ajudar? Você pode usar de sua influência para eliminar as más notícias?” George perguntou. A princesa Margaret parecia horrorizada com a sugestão, “Oh, eu não acho que possa”, disse ela.

Juntou-se a eles Paula, a irmã mais jovem de Pattie,que tirou um “joint” da bolsa e acendeu-o. Quando ela percebeu que todos estavam olhando para ela, pensou que eles estivessem irritados porque ela não tinha compartilhado com todos à volta. Ela segurou o “joint” em direção à princesa Margaret e disse: “Aqui está, vocês também querem?” A Princesa e o Lord Snowdon sumiram da festa.

The Beatles all managed to view the inside of Buckingham Palace when they were awarded the MBE at an Investiture on October 26 1965. Brian Epstein was not nominated for any honour, which resulted in the November 5 1965 edition of the Jewish Chronicle quoting Princess Margaret as saying, “I think the Beatles believe that MBE stands for ‘Mister Brian Epstein.’

Todos os Beatles se arranjaram para ver o interior do Palácio de Buckingham quando eles foram agraciados com o MBE em uma Investidura ocorrida em 26 de outubro de 1965. Brian Epstein não foi nomeado para qualquer honra, o que resultou na edição da Crônica Judia em novembro de 1965, questionando a princesa Margaret com a seguinte citação: “Eu acho que os Beatles acreditam que a MBE merece ser para ´Mister Brian Epstein.´

Epstein suffered depression because he was not mentioned in the Honours list and felt that he wasn’t put forward for an MBE because he was a homosexual and Jewish. It was apparent to many people that the fact that he wasn’t given an honour was a snub. When he was dining at the Mirabelle with his friend Geoffrey Ellis, a noted actor sitting at the next table, said, “Look at that little boy over there – he couldn’t get an MBE.”

Epstein sofreu depressão por não ter sido mencionado na lista de honra e sentiu que não tinha sido indicado para um MBE porque ele era homossexual e judeu. Era evidente para muitas pessoas que o fato de ele não ter recebido a honra era uma afronta. Quando ele estava jantando no Mirabelle com seu amigo Geoffrey Ellis, um conhecido ator sentado numa mesa próxima, disse: “Olha só aquele rapazinho ali – ele não poderia receber um MBE”.

The initials stand for Most Excellent Order of the British Empire and refer to a prestigious award which is presented annually. The MBE is actually the lowest grade of knighthood and was instituted in 1917 by King George IV. The pop weekly Melody Maker had suggested in a March 1965 headline that the Government: “Honour The Beatles!” Harold Wilson, then Prime Minister of a Labour Government, decided to put forward the names of the individual Beatles for MBE awards and 75 youngsters from Pennsylvania had already written to the Queen suggesting that the Beatles be given a knighthood.

As iniciais são de “Most Excellent Order” do Império Britânico e refere-se a um prêmio de muito prestígio o qual é entregue anualmente. O MBE é realmente o menor grau do título de Cavaleiro e foi instituído em 1917 pelo rei George IV. O semanal popular “Melody Maker” havia sugerido em uma manchete de março de 1965 que o Governo: “Honra aos Beatles!” Harold Wilson, então primeiro-ministro de um governo trabalhista, decidiu indicar os nomes dos Beatles individualmente para receber a MBE e 75 jovens da Pensilvânia já haviam escrito para a rainha sugerindo que fosse dado aos Beatles um título de cavaleiro.

The announcement that the group would be awarded the MBEs was issued on June 11 1965 and the Beatles held a press conference the following day at Twickenham Film Studios to discuss it. George was to comment, “I don’t think you got that sort of thing just for playing rock ‘n’ roll music.”

O anúncio de que o grupo seria agraciado com o MBE foi divulgado em 11 de junho de 1965 e os Beatles participaram de uma conferência de imprensa no dia seguinte no Twickenham Film Studios para discutir o assunto. George fez o seguinte comentário: “Eu não acho que você ganha esse tipo de coisa apenas por tocar rock n ‘roll”.

The following day the first of many awards by disgruntled previous recipients was returned to the Palace. Over the next few days the irate former recipients making their protest included Hector Dupuis, a former Canadian MP; anti-aircraft expert James berg; ex-Naval officer, David Evans-Rees; another Canadian, Stanley Ellis; a Cyril Hearn; retired squadron leader Douglas Moffit – and a Colonel Frederick Wragg returned no less that 12 medals.

No dia seguinte, o primeiro de muitos prêmios que haviam sido recebidos foi devolvido ao Palácio, pois alguns ganhadores antigos ficaram descontentes. Durante os próximos poucos dias, alguns ex- beneficiários, muito irados, fizeram protesto, incluindo Hector Dupuis, um ex-MP canadense; James Berg, especialista em aviação, ex-oficial da Marinha, David Evans-Rees, outro canadense, Stanley Ellis; o líder do esquadrão aposentado, Douglas Moffit – e mais a do coronel Frederico Wragg, somaram nada menos que 12 medalhas devolvidas.

Dupuis commented, “The British House of Royalty had put me on the same level as a bunch of vulgar numbskulls.” Ex-RAF squadron leader Paul Pearson returned his award with the comment, “Because it had become debased.” Author Richard Pape, on returning his MBE, wrote, “If the Beatles and the like continue to debase the Royal honours list, then Britain must fall deeper into international ridicule and contempt.”

Dupuis comentou: “A Câmara da Realeza Britânica colocou-me no mesmo nível de um bando de idiotas vulgares.” O ex-líder do esquadrão da RAF, Paul Pearson, devolveu seu prêmio com o comentário: “porque tornou-se uma degradação”. O autor Richard Pape, ao devolver sua MBE, escreveu: “Se os Beatles e a sua turma continuar assim a rebaixar a lista de honras reais, então a Grã-Bretanha deve cair mais fundo no desprezo e ridículo internacional.”

The Investitute took place in the Great Throne Room at Buckingham Palace at 11.10am on the morning of October 26 1965 and there were a total of 182 people receiving medals from the Queen. Outside the Palace there was a crowd of 4,000 youngsters chanting ‘Long live the Queen, long live the Beatles.’ When the group arrived, John was accompanied by his wife Cynthia and his aunt Mimi Smith; Paul by his father James and his girlfriend Jane Asher; George by his wife Pattie, his father Harry and mother Louise and Ringo by his mother Elsie and Stepfather Harry. Brian Epstein was also in attendance.

A cerimônia aconteceu na Sala do Grande Trono no Palácio de Buckingham às 11h10min. da manhã de 26 de outubro de 1965 e havia um total de 182 pessoas recebendo medalhas da Rainha. Fora do palácio havia uma multidão de 4.000 jovens entoando “Vida longa à Rainha, vida longa aos Beatles”. Quando o grupo chegou, John estava acompanhado por sua esposa Cynthia e sua tia Mimi Smith; Paul por seu pai James e sua namorada Jane Asher; George por sua esposa Pattie, seu pai Harry e sua mãe Louise e Ringo por sua mãe Elsie e seu padrasto Harry . Brian Epstein também atendeu à audiência.

The various groups were then formed into the Orders of Knighthood with the MBEs, the lowest, coming last. There were 80 MBEs that particular day and they were all ushered into an anteroom for briefing. The Beatles were dressed in dark lounge suits and dark ties. Nothing flamboyant, although Ringo’s suit had eight buttons down the front and George Harrison’s tailor had given him epaulettes and buttoned pockets. Everyone in the room was interested in the four and a queue of fellow MBEs formed to request autographs. Broadcaster Robert Dougall, who was receiving an MBE, commented, “They signed away as nice as pie.”

Os vários grupos foram então formados nas Ordens da Cavalaria com os MBEs, o mais baixo, vindo por último. Havia 80 MBEs naquele dia especial e eles todos foram conduzidos a uma antecâmara para as instruções. Os Beatles estavam vestidos com ternos e gravatas escuros. Nada extravagante, embora o terno do Ringo tivesse oito botões na frente e o alfaiate de George Harrison tivesse lhe dado dragonas e bolsos abotoados. Todos naquela sala estavam interessados nos quatro e uma fila de colegas com os MBEs se formou para pedir autógrafos. O transmissor de rede Robert Dougall, que estava recebendo um MBE, comentou: “Eles foram agraciados por bem ou por mal” *.

*Deve ser uma expressão idiomática, não sei se a tradução é bem assim.

They were briefed by Lt. Col. Eric Penn, Comptroller from the Lord Chamberlain’s office. They were to file into the ballroom in alphabetical order. Nearing the Queen they would come to a Naval Officer. They would stop and wait by him until their name was called. They then walked forward, turned left, bowed in front of the Queen and took four steps to the dias where she was standing. They then shook hands with the Queen, engaged in a few words of conversation, took four steps back and then moved to the right.

Eles foram instruídos pelo tenente-coronel Eric Penn, da Controladoria do gabinete de Lord Chamberlain.
Deveriam seguir em fila para a antesala, em ordem alfabética. Ao se aproximarem da rainha eles iriam até um Oficial da Marinha. Parariam e esperariam por ele até que seus nomes fossem chamados. Eles então seguiriam em frente, virariam à esquerda, se curvariam diante da rainha e dariam quatro passos para chegar até onde ela estava de pé. Eles então apertariam as mãos da rainha, profeririam algumas poucas palavras, e dariam quatro passos para trás e depois virariam à direita.

The signal came for them all to leave the room and they were led down a long corridor with red carpet stretching into the distance. “Cyril Lord could make a fortune in this place,” said Ringo, referring to the British carpet manufacturer.

O sinal foi dado para que todos eles deixassem a sala e foram levados a descer por um longo corredor com tapete vermelho que se estendia por todo o trajeto. “Cyril Lord poderia fazer uma fortuna neste lugar”, disse Ringo, referindo-se ao fabricante de tapetes britânicos.

The Beatles were together in a group and led the party because ‘Beatles’ is the first name in the alphabetical order of the list. As they shuffled down the corridor towards the ballroom, everyone seemed solemn. The Beatles led the male MBEs and from another room, a host of middle-aged female MBEs emerged and walked ahead of the Beatles. As the Beatles were to go forward to meet the Queen together, a member of the party asked them if they were nervous. John replied, “Yes, we are a bit but we’ll be all right when we go into our routine.” When the Queen presented the group with their silver medals, she said to Paul, “How long have you been together now?” He replied, “Oh, for many years.” Ringo said, “Forty years.” The Queen then turned to Ringo and said, “Are you the one who started it?” He replied, “No, I was the last to join. I’m the little fellow.” The Queen turned to John and said, “Have you been working hard lately?” and he replied, “No, we’ve been on holiday.”

Os Beatles estavam juntos em um grupo e lideraram a festa porque “Beatles” era o primeiro nome na ordem alfabética da lista. Enquanto eles faziam confusão ao descer o corredor em direção ao salão, todo mundo parecia solene. Os Beatles levaram os MBEs do sexo masculino e de outra sala, uma série de MBEs femininas e de meia-idade surgiram e caminharam à frente dos Beatles. Como os Beatles tinham que ir ao encontro da Rainha em conjunto, um membro da festa perguntou se eles estavam nervosos. John respondeu: “Sim, estamos um pouco, mas ficaremos bem quando voltarmos à nossa rotina.” Quando a rainha apresentou o grupo com suas medalhas de prata, ela disse a Paul: “Há quanto tempo vocês estão juntos agora?” Ele respondeu: “Oh, por muitos anos.” Ringo disse: “Quarenta anos”. A rainha então virou-se para Ringo e disse: “Você é o que começou o grupo?” Ele respondeu, “Não, eu fui o último a me juntar. Eu sou o coleguinha.” A Rainha virou-se para John e disse: “Você vem trabalhando muito ultimamente?” e ele respondeu: “Não, estamos em férias.”

After the Investiture, the Beatles spoke with the press in the Palace courtyard. Paul said, “We’ve played many palaces including Frisco’s Cow Palace, but never this one before. It’s a keen pad and I liked the staff. Thought they’d be Dukes and things but they were just fellas.” When asked about the Queen he replied, “She’s lovely, great. She was very friendly. She was just like a Mum to us.”

Após a cerimônia, os Beatles falaram com a imprensa no pátio do palácio. Paul disse: “Nós tocamos em muitos palácios incluindo o Frisco’s Cow Palace, mas nunca neste antes. Tem almofadas macias e eu gostei da equipe. Embora fossem duques e coisas assim, eles simplesmente são companheiros.” Quando perguntado sobre a rainha ele respondeu: “Ela é gentil, ótima. Ela foi muito simpática. Ela foi como uma mãe para nós.

John was again asked if he had been nervous. “Not as much as some of the other people in there,” he replied. When he was asked how the other recipients had acted towards them, John commented, “One formally-dressed, middle aged winner walked up to us after the ceremony and said, ‘I want your autograph for my daughter, but I don’t know what she sees in you.’ So we gave her our autographs.” John was then asked how they knew what to do for the ceremony. He replied, “This big fellow drilled us. Every time he got to Ringo he kept cracking up.” Paul was asked what they would do with their medals and he said, “What do you normally do with medals. Put them in a box.” The group then went to the Saville Theatre for another press conference.

John foi novamente perguntado se ele tinha ficado nervoso. “Não tanto quanto algumas outras pessoas que estavam lá”, respondeu ele. Quando lhe foi perguntado como os outros premiados tinham agido em relação a eles, John comentou: “Um que estava vestido formalmente, um premiado de meia-idade, foi até nós após a cerimônia e disse: ´Eu quero seu autógrafo para minha filha, mas eu não sei o que ela vê em você´. Assim nós demos a ela nossos autógrafos.” Perguntaram depois a John como eles sabiam o que fazer durante a cerimônia. Ele respondeu: “Este grande camarada nos ensinou. Toda hora ele se voltava para Ringo dizendo que não quebrasse as regras. Perguntaram a Paul o que eles iriam fazer com suas medalhas e ele disse: “O que você faz normalmente com medalhas. Colocá-las em uma caixa.” O grupo então foi para o Teatro Saville para uma outra conferência de imprensa.

On March 22 1970 L’Express, a French magazine, published an interview with John Lennon in which he claimed that the Beatles smoked marijuana in the toilets at Buckingham Palace.” This was untrue, an example of John’s occasionally bizarre sense of humour.

Em 22 de março de 1970 a revista francesa L’Express publicou uma entrevista com John Lennon na qual ele dizia que os Beatles fumaram maconha no banheiro do palácio de Buckingham “. Isso não era verdade, apenas um exemplo do senso de humor bizarro de John em certas ocasiões.

However, John, who in some ways was anti-establishment, had previously made it known that he had never been entirely happy with receiving the award. When he’d originally seen the brown envelope with ‘On Her Majesty’s Service’ written on it, he said he thought he was being called up (for the armed services!). When he discovered what it was he recalled his first instinct was to turn it down. When Brian Epstein phoned him to discuss it and he told him his feelings, Brian said that he had to accept the honour. John knew that if he spurned it, it would do incalculable damage to the group. Later, he was to comment, “Taking the MBE was a sell-out to me.”

No entanto, John, que de certa forma era anti-regras estabelecidas, já tinha feito saber que ele nunca havia ficado totalmente feliz com o recebimento do prêmio. No início, quando ele tinha visto o envelope marrom com os dizeres “A Serviço de Sua Majestade” escrito nele, ele disse que achava que estava sendo convocado (para as forças armadas!). Quando ele descobriu do que se tratava ele recorda que seu primeiro instinto foi o de desconsiderar. Quando Brian Epstein telefonou para ele para discutir o assunto e ele contou a ele sobre o que pensava, Brian disse que ele tinha que aceitar a honra. John sabia que se ele rejeitasse, isso causaria danos incalculáveis para o grupo. Mais tarde ele veio a comentar: “Receber o MBE foi como vender a mim mesmo.”

Once he’d decided to comply with his manager’s request, John began giving out his quotes to the press – “I thought people got these things for driving tanks, winning wars.” When the protestors began sending their medals back to the Palace, John became annoyed and said that the army officers got their awards for killing people, “We got ours for entertaining. On balance, I’d say we deserve ours more.”
At Christmas he took his medal down to his Aunt Mimi’s bungalow in Poole, Dorset and told her she could keep it. She placed it on her sideboard beneath a picture of John, but later placed it on top of her television set.

Uma vez tendo decidido obedecer ao pedido do seu empresário, John começou a dar as suas citações para a imprensa – “Achei que as pessoas recebessem essas coisas por dirigir tanques de guerra, vencer guerras.”Quando os manifestantes começaram a enviar suas medalhas de volta para o Palácio, John ficou irritado e disse que os oficiais do exército receberam seus prêmios por terem matado pessoas, “Nós recebemos os nossos pelo entretenimento. Em suma, eu diria que merecemos mais os nossos”.
No Natal ele levou sua medalha para a casa de sua tia Mimi, em Poole, Dorset e disse que ela poderia guardá-la. Mimi colocou a medalha em um aparador, abaixo de uma foto de John, mas depois colocou-a em cima do seu televisor.

One day John sent his chauffeur, Les Anthony, to collect it from her. Anthony told Mimi, “Mr. Lennon said would you lend him the MBE medal for a while.” Mimi told him “Yes, but tell him, don’t forget it’s mine and I want it back.” John had it wrapped up in brown paper and sent it to the Queen at Buckingham Palace with the message, “I am returning this MBE in protest against Britain’s involvement in the Nigeria-Biafra thing, against our support of America in Vietnam and against ‘Cold Turkey’ slipping down the charts. With love. John Lennon, Bag Productions, 3 Savile Row, London W.I.” He also sent similar letters to the Prime Minister and to the Secretary of the Central Chancery.

Um dia, John mandou seu motorista, Les Anthony, para pegar sua medalha de volta. Anthony disse a Mimi, “Mr. Lennon disse se você poderia emprestar a ele a MBE por um tempo.” Mimi disse-lhe: “Sim, mas diga a ele que não esqueça que ela é minha e eu a quero de volta.” John a embrulhou em papel pardo e a enviou para a rainha no Palácio de Buckingham com a mensagem: “Estou devolvendo esta MBE em protesto contra o envolvimento britânico no caso Nigéria-Biafra, contra nosso apoio aos Estados Unidos no Vietnã e contra “enganar a Turquia nos mapas”*. Com amor. John Lennon, Bag Productions, 3 Savile Row, Londres W.I. ” Ele também enviou cartas semelhantes ao primeiro-ministro e ao secretário da Chancelaria Central.

Nota: Esta frase de John: …contra “enganar a Turquia nos mapas. (*Não sei se a tradução está correta, se alguém discordar, por favor, help!)

Hus Aunt Mimi was furious at the deception and told John in no uncertain terms, accusing him of insulting the Queen. “He broke my heart over that,” she said, “and also, he didn’t tell me first why that medal was being taken away.”

Tia Mimi ficou furiosa com tal decepção e falou com John em termos inequívocos, acusando-o de insultar a rainha. “Ele me feriu profundamente ao fazer aquilo”, disse ela, “e também, ele não me avisou primeiro o motivo pelo qual a medalha estava sendo levada embora.”

John was later to regret that he’d added the facetious remark about ‘Cold Turkey’ in the letter, and despite the fact that he’d returned the medal, he still retained the honour as it could not be renounced once it had been accepted. Paul, George and Ringo, on the other hand, had no regrets about accepting their awards.

John mais tarde lamentou que ele tivesse adicionado a observação jocosa sobre “Cold Turkey” na carta, e apesar do fato de que ele devolveu a medalha, ele ainda manteve a honraria pois esta não poderia ser renunciada, uma vez que já havia aceitado. Paul, George e Ringo, por outro lado, não tiveram nenhum arrependimento sobre a aceitação de seus prêmios.

It is said that when John was having problems in America regarding his efforts to avoid deportation and to receive a Green Card, he wrote to the Queen requesting the return of the medal as he felt that having it might strengthen his acceptance as a suitable person to obtain a Green Card.

Diz-se que quando John estava com problemas nos Estados Unidos sobre os seus esforços para evitar a deportação e receber um Green Card, ele escreveu à rainha pedindo a devolução da medalha quando sentiu que tendo ela poderia reforçar a sua aceitação como uma pessoa adequada para obter um Green Card.

The shortest Beatles number on record is ‘Her Majesty’, the closing track on the ‘Abbey Road’ album, which is only 23 seconds long. This was written by Paul McCartney as a tribute to Queen Elizabeth 11 and complimentary copies were sent to Buckingham Palace. Paul sang the number to the Queen at ‘The Queens Jubilee: Party At The Palace’ in the grounds of Buckingham Palace on June 3 2002.

A menor canção dos Beatles já gravada é ‘Sua Majestade’, a faixa de encerramento do álbum ‘Abbey Road’, que tem apenas 23 segundos de duração. Esta foi escrita por Paul McCartney como um tributo à rainha Elizabeth II e cópias de cortesia foram enviadas para o Palácio de Buckingham. Paul cantou o número para a rainha no recinto do Palácio de Buckingham em 3 de junho de 2002, por ocasião da Festa no Palácio pelo Jubileu da Rainha.

In 1995 Prince Charles presented Paul with the Fellowship of the Royal College of Music. The following year, on Friday June 7, Queen Elizabeth 11 officially opened Paul’s project LIPA (Liverpool Institute of Performing Arts) and Paul personally escorted her around the college. The highest accolade came when he received a knighthood from the Queen at Buckingham Palace in 1996.

Em 1995, o príncipe Charles presenteou Paul com a Irmandade da Real Escola de Música. No ano seguinte, numa sexta-feira, 7 de junho, a rainha Elizabeth II abriu oficialmente o projeto LIPA (Liverpool Institute of Performing Arts) e Paul pessoalmente escoltou a rainha pela escola. O maior elogio veio quando ele recebeu o título de cavaleiro da rainha no Palácio de Buckingham em 1996.

Association with Royalty didn’t end there and the Queen visited the Walker Art Gallery in Liverpool in 2002 to view Paul’s exhibition of paintings, with Paul, once again, her escort.

O relacionamento com a realeza não terminou por aí, e a rainha visitou a Galeria “Walker Art”, em Liverpool, em 2002, para ver a exposição de pinturas de Paul, com Paul, mais uma vez, a acompanhando.

Would John Lennon have accepted a knighthood? I don’t really know, but I doubt it. Paul is comfortable being an A list celebrity and, like Mick Jagger, enjoys rubbing shoulders with members of the upper strata of society. It is a puzzling reflection that with Paul and George Martin celebrating their knighthoods, George and Ringo still remained at the bottom of the pecking order of gongs with their lowly MBEs while entertainers of every kind, even their Liverpool contemporaries such as Jimmy Tarbuck were receiving higher acclaim with awards, including CBEs. George died without any further acknowledgement in the British Honours List and when there were demands that he be given a posthumous knighthood, this was rejected as being against protocol.

As for the future, it seems unlikely that Ringo will ever receive a knighthood – but will be ever be recommended for an honour higher than his MBE?

Será que John Lennon aceitaria o título de cavaleiro? Eu realmente não sei, mas duvido. Paul sente-se bem sendo uma celebridade e, como Mick Jagger, se diverte cumprimentando membros da camada superior da sociedade. É uma reflexão intrigante que com Paul e George Martin comemorando seus títulos de cavaleiro, George e Ringo ainda permaneceram no fundo da hierarquia dos gongos com seus humildes MBEs enquanto artistas de todo tipo, até mesmo os seus contemporâneos de Liverpool tais como Jimmy Tarbuck recebiam maior aclamação com prêmios, incluindo CBEs. George morreu sem qualquer anúncio adicional na lista de honrarias britânicas e quando havia demandas que lhe fosse atribuído o título póstumo de cavaleiro, foi rejeitado por ser contra o protocolo.

Quanto ao futuro, parece improvável que Ringo vá receber um título de cavaleiro – mas será que haverá uma indicação para uma honra maior que sua MBE?

Fonte: Mersey Beat

The Beatles 1965 MBE

The Royal Variety Performance