Canta… Renato e Seus Blue Caps!

Sobre a distribuição dos vocais nas canções gravadas pela banda Renato e seus Blue Caps em seus discos, Renato Barros me explicou que como ele era o produtor, juntamente com Sr. Evandro, já naquela época ele se preocupava com a saída de algum membro e que viesse a deixar a banda fragilizada. Então eles preparavam a todos e como hoje podemos constatar, todas as músicas ficaram ótimas e o grupo não ficou refém de uma voz só, como aconteceu com uma banda contemporânea deles.

As vozes eram distribuídas de acordo com o timbre característico de cada um e que se encaixasse melhor na melodia. Mesmo sendo o Renato e o Sr. Evandro nos anos 60 os produtores, Renato fazia questão de pedir as opiniões de todos os integrantes na hora da distribuição dos vocais. Ele considera seu trabalho dentro do estúdio muito mais eficaz e importante do que simplesmente cantar uma música. O importante pra ele era sempre o resultado final e graças a Deus, como ele diz, sempre acertava e isso permanece até hoje com a sua direção musical nos Shows da banda Renato e Seus Blue Caps.

Para melhor explicar aos fãs e interessados sempre em saber quem cantou em cada canção, fizemos este vídeo gravado em 19 de abril de 2017, onde Renato Barros expõe sobre o assunto e esclarece como eram escolhidos os vocais.

.

.

Renato diz que não é relevante saber quem cantou, mas nós os fãs gostamos de saber todas as particularidades das gravações e principalmente quem foi o autor da letra, da melodia e lógico, quem cantou, e é por isso que vou colocar aqui algumas informações já publicadas na página Renato e Seus Blue Caps Original, a página oficial da banda, as quais foram dadas por Paulo César Barros aqui.

As músicas do LP Viva a Juventude, de 1964, foram praticamente cantadas por todos os integrantes de Renato e Seus Blue Caps na época e até por quem não era banda…
Na musica TREMEDEIRA, por exemplo, até Getúlio Cortes participou em algumas intervenções, como por exemplo, quando se escuta “AH, AH”; e quando se escuta “OH”, aí é Paulo César.

Na musica “SOU FELIZ DANÇANDO COM VOCÊ”, Renato e Paulo César cantam em uníssono, mas na parte onde diz “ATÉ O FIM DA NOITE…”, o solo vocal é do Renato.

Na canção “GAROTA MALVADA”, Renato e Paulo César cantam em uníssono.

Na música “Loop the loop” as vozes são de todos com destaque na voz do Erasmo.

Na musica “GATINHA MANHOSA” cantam Paulo César e Erasmo; no solo vocal da segunda parte é Paulo César, ainda com timbre de garoto, na parte que diz: “QUANDO AUMENTO A VOZ……”

Na musica “MENINA FEIA” (ela existiu mesmo…) o solo vocal foi feito por Paulo César.

A música “IRMÃ DO MEU MELHOR AMIGO” foi cantada por Renato e Paulo César.

A canção “SEXO FRÁGIL”, do disco de 1983, é uma composição de Renato Barros e Nani.
Nesta gravação Renato faz o vocal solo e todas as outras vozes duplicadas ou “vocal aberto” são dele.

Em “SONHOS DE AMOR” Paulo César fez os arranjos da base (banda) e distribuiu as vozes do backing.
É ele também quem faz o solo vocal da melodia.

No disco “Batom Vermelho” Paulo César fez os arranjos e os solos vocais das musicas PAULA (Homenagem a sua filha ), FEITO SONHO e RELÓGIO, estas duas últimas em parceria com o saudoso e grande cantor, ex cunhado dele, o PRÊNTICE; Paulo César também colocou na sua 1ª gravação, na época ainda um garoto, o músico RENATO NETO, que era o líder da banda do saudoso cantor PRINCE.

Na música “Um é pouco, dois é bom, três é demais”, do LP de 1967 e composta por Renato Barros, Paulo César Barros fez a voz solo e o arranjo da música.

Na canção “Sou tão Feliz”, que é uma versão de “Love me Do”, de Lennon & McCartney, o vocal é de Renato Barros e Paulo César Barros, que cantam juntos a 1ª parte.
No refrão onde diz: “SÓ PRA MIM………”, Paulo César faz o solo vocal.

Na canção “Vivo Só”, uma versão feita por Paulo Cesar Barros para o sucesso “For Your Love”, dos ingleses The Yardbirds, o vocal é do próprio Paulo César Barros.

A música “Amanheci Chorando” foi composta por Renato Barros e tem o vocal de Paulo Cesar Barros.
Foi gravada originalmente no LP As 14 Mais Vol. XX da CBS.

Vera Lúcia é uma composição de Renato Barros em parceria com seu irmão Paulo César Barros.
Saiu tanto em compacto como no LP “VIVA A JUVENTUDE”, portanto não há dúvida quanto a minha participação.

A música “Tão Má pra Mim” é uma versão de “Bad to me”, de Lennon e McCartney.
Foi lançada em 1965, ano em que saiu o LP “Isto é Renato e seus Blue Caps”, e foi gravada entre agosto e setembro, mas não fez parte do LP.

“Essa musica não saiu em nenhum dos LPs de carreira, provavelmente tenha saído em algum compacto. Fiz o solo vocal na parte “GOSTO DE VC, MEU BEM, MAIS QUE TUDO ENFIM…………..” mas não lembro quem é o autor dela, pode até ser que seja eu o versionista, mas não lembro.” (Paulo César Barros)

Em “Vou subir bem mais alto que você”, do LP de 1967, quem faz o vocal é Paulo César Barros.

Na música “Recordações”, lançada em 1974, quem fez o vocal solo foi Michael Sullivan , o Ivanilton, apelidado de Porquinho.

Em “Posso até lhe abandonar”, do álbum de 1976, uma composição de Paulo César Barros, que não estava na banda nessa época, não tem o seu vocal, embora tenha sido ele quem tocou o baixo e fez o arranjo, tanto de base como dos sopros, mas não cantou.
.

.
Na música “Sem Suzana” de 1968 o solo vocal é de Paulo César.

“Esta Noite não Sonhei com você” é uma composição de Renato Barros que saiu no LP de outubro de 1971.
Ele se inspirou na balada “Oh! Darling”, de Lennon & McCartney, pra compor a melodia desta belíssima canção. 😉
Vocal de Paulo César Barros.

“Amanheci Chorando” tem vocal de Paulo César Barros.

“Vou subir bem mais alto que você” tem vocal de Paulo César Barros.

NOTAS:
1 – Richard Brown and his Orchestra era o Renato Barros solando com acompanhamento da orquestra da gravadora. LP de 1972, CBS/Entré, n° 104219.

2 – Paulo César entrou no RC7 exatamente quando o Gato e o Bruno saíram, mas tocou não só com o Gato, como também com o Wanderley ( teclado ), na gravação do Roberto “EU TE DAREI O CÉU”. No Kriga-ha tocou o LP todo.

O nome “RENATO E SEUS BLUE CAPS” foi escolhido por Jair de Taumaturgo, e não por Eduardo Araújo!

RENATO BARROS exige uma retratação da parte de Eduardo Araújo por ter escrito em seu livro que foi ele quem deu nome à banda Renato e Seus Blue Caps.

Já havíamos publicado uma entrevista com Renato Barros onde ele esclarecia aos fãs da banda Renato e Seus Blue Caps sobre a verdadeira origem do nome e criação de sua banda aqui neste vídeo:

.

.
Porém ao tomar conhecimento do contexto do livro lançado por Eduardo Araújo, Renato Barros ficou indignado e voltou a falar sobre o assunto, exigindo uma retratação da parte do cantor…

.

.

RENATO BARROS responde algumas perguntas e faz esclarecimento sobre o nome da banda “Renato e Seus Blue Caps”.

Conversando hoje com Renato Barros, fiz a ele algumas perguntas, as quais ele respondeu com aquele seu jeito tranquilo e simples de ser. 😉

1 – Renato, soube que no livro “O bom” Eduardo Araújo escreveu que foi ele quem deu o nome pra banda de “Renato e Seus Blue Caps”, porém nós os fãs sabemos que a historia contada por você é outra, inclusive sei que Carlos Imperial até havia depois registrado o nome mas algum tempo antes de seu falecimento ele o procurou pra lhe passar os direitos… enfim, você tem ideia do motivo que levou Eduardo Araújo a pensar que foi quem fez a escolha do nome?

2 – O fã Olivério Machado gostaria de saber como foi que você começou a tocar violão, quais as primeiras notas que aprendeu, se você teve um professor ou foi auto didata?

3 – O fã Gabriel Silva, entre outros, gostaria que você explicasse qual a referência para que o disco lançado em 1976 recebesse o título de “10 anos de Renato e Seus Blue Caps”, dado que naquela data a banda já contava mais de 17 anos de estrada…

4 – Perguntei sobre a composição de Ed Wilson (Alessandro) para o LP de 1977, intitulada “ADORADA”, e embora não esteja gravado neste depoimento, depois Renato me disse que a música é bem inspirada em “That´s What I Want” (The Square Set).

OUÇAM AS RESPOSTAS

.

O VÍDEO NO FACEBOOK
.

.
“ADORADA” – Do LP Renato e Seus Blue Caps de 1977

Composição: Alessandro (pseudônimo de Ed Wilson)
.

.

UMA VERDADE QUE NÃO QUER CALAR! (NA MÚSICA BRASILEIRA)

Vejam esta comparação: Hotel California com Eagles e com Renato e Seus Blue Caps.

Hotel California – Eagles

.

Hotel California – Renato e Seus Blue Caps

Recentemente a banda Eagles publicou este vídeo introduzindo um solo de Trompete no início, remetendo a uma influência da música Flamenca na canção, coisa que Renato e Seus Blue Caps em seus shows já havia introduzido nesta música o clássico “Arranjuez Mon Amour”, um arranjo elaborado por Renato Barros, que apesar de francês, nos remete às canções espanholas (Flamencas). (no vídeo acima, a partir de 2min.17’)
Uma feliz coincidência!?! 😉

Neste vídeo a seguir, em entrevista, o músico Renato Barros fala sobre este arranjo que fez na música Hotel California:

.

.

Vejam agora estes outros vídeos e tirem suas conclusões…

ISTO É ROCK AND ROLL! =>>> Quem sabe, sabe! 😉

Garota Malvada – Renato e Seus Blue Caps

Menina Linda – Tequila Baby Ao vivo no Festival Planeta Atlântida.

ISTO É BOSSA NOVA! =>>> Na MPB, quem sabe, sabe, e se tem competência, realiza! 😉

Renato e Seus Blue Caps homenageando a Bossa Nova…

… E também homenageando Lupicínio Rodrigues!

Isso é o que chamamos de genialidade, isso é ter a música nas veias, no sangue, no coração.

Coincidências à parte, outro dia num programa do Canal Bis chamado “Vamos tocar com Léo Gandelman”, ouvi um roqueiro dizer que fazia bossa nova…
Bastou Renato e Seus Blue Caps ter tido a ideia e ter tomado a iniciativa de cantar e tocar BOSSA NOVA para homenagear Tom Jobim em seus shows, para que um roqueiro confesso dissesse que gostava de bossa nova, mas que com a onda da Jovem Guarda passou a tocar Rock. O que seria isso? Uma inversão da historia?

Ocorre que muitos jornalistas, críticos musicais e escritores (não vou citar nomes por questão de ética), teimam em esconder do grande público a verdade dos fatos, cometendo assim a corrupção cultural, tentando incutir falsas verdades, talvez por interesses escusos.
Por isso… “lava jato” neles!

 

PARABÉNS RENATO E SEUS BLUE CAPS, A MELHOR BANDA DE ROCK DO BRASIL, APESAR DA MÍDIA! SALVE SALVE!!!

Os Bons Tempos da Beatlemania de volta com Renato e seus Blue Caps!

Lembram da chegada dos Beatles à América?

Algo semelhante aconteceu na última sexta-feira quando a banda Renato e Seus Blue Caps retornaram a Porto Alegre para um Show em importante teatro na cidade, o Bourbon do Country!

Não apenas autoridades, músicos e jornalistas aguardavam a chegada dos músicos no Aeroporto Salgado Filho, mas também uma legião de fãs liderados por Nice Carpin, Tarcísio CasaNova, Henrique David, Luciano Oliveira Goulart, entre outros que empunhavam faixas e cartazes saudando seus ídolos!

Após a festiva recepção no Aeroporto, Renato e sua trupe recebeu mais homenagens em um cocktail de boas vindas organizado por Nice Carpin…

O show realizado no Teatro foi impecável e um dos mais aplaudidos de toda a temporada durante o mês de março!

MAIS FOTOS DO SHOW

Show de Renato e Seus Blue Caps no Teatro Bourbon Country em Porto Alegre, realizado em 31 de março de 2017.

Posted by Renato e Seus Blue Caps Original on Saturday, April 1, 2017

.

Durante o Show, quando entra a parte autoral, Renato Barros fez belíssima homenagem ao músico gaúcho Lupicínio Rodrigues, uma filmagem feita pelo músico Tarcísio CasaNova!

.

.

.

Alguns fãs que estiveram presentes também enviaram vídeos, como este onde o fã Henrique David canta emocionado juntamente com Renato e Cid…

.

.

No mês de abril a banda deverá voltar a se apresentar em Belo Horizonte, Curitiba, Maceió, Aracajú, Niterói, etc…

A agenda de Shows é sempre atualizada na Página Oficial da Banda e também na Página Oficial do músico Renato Barros.

Para fazer parte do Fã Clube, venha para o grupo RENATO E SEUS BLUE CAPS BRASIL (FÃ CLUBE) e fique por dentro de tudo sobre a banda mais carismática do Brasil, RENATO E SEUS BLUE CAPS! 😉

FOTOS ENVIADAS POR LUCIANO OLIVEIRA GOULART

VÍDEOS ENVIADOS POR TARCÍSIO CASANOVA E HENRIQUE DAVID

Geraldo Alves, primeiro Empresário Artístico de Roberto Carlos lança livro de memórias.

Estas duas imagens a seguir são do grupo The Clevers em sua segunda formação…

O ano era 1965 e nessa ocasião Roberto Carlos iniciava à frente do recém lançado programa, o Jovem Guarda da TV Record, e prometia colocar a banda no Jovem Guarda para promover a nova versão dos Clevers, porque os anteriores tinham migrado para “Os Incríveis”, cujo nome era o título dos LPs dos Clevers.

Foi um sufoco, muita confusão na época, mas Antonio Aguillar conta que conseguiu ultrapassar todos os obstáculos e fazer sucesso com a versão da música “No Reply” dos Beatles, título “SEM RESPOSTA”, versão escrita por Norberto de Freitas, um discotecário da Radio Nacional de São Paulo.
Essa banda chegou a tocar no Reino da Juventude da TV Record e fez outros programas de televisão em São Paulo além de ampla divulgação do sucesso “Sem Resposta”.

Em vista de se vestirem como os Beatles e lembrarem os músicos ingleses com suas roupas e cabeleiras, acabaram sendo contratados para tocar no Beco, uma casa promovida pelo famoso Abelardo Figueiredo.

Em 1968 acabou o programa Jovem Guarda e eles também se debandaram, cada um seguindo seu caminho solo, o nome ficou fora da mídia até que Aguillar voltou ao radio em 2005, com o programa Jovens Tardes de Domingo pela Radio Capital, quando formou um novo grupo com a patente The Clevers, chegando a gravar dois CDs e um DVD e continua até hoje tocando em shows e bailes.

Estou contando esta historia por que no próximo dia 9 de abril ocorrerá o lançamento do livro de Geraldo Alves, o primeiro empresário artístico de Roberto Carlos e de muitos outros artistas da Jovem Guarda, e a banda The Clevers em sua formação atual estará presente no Bar Brahma acompanhando a apresentação dos artistas convidados para o lançamento do livro.

Um detalhe: Roberto Carlos autorizou o livro de Geraldo Alves.

Hoje a formação dos Clevers tem Rod Spencer na guitarra solo, Luiz Monteiro na guitarra base e vocalista, Satoru no contra baixo, João Kramer no teclado e Evaldo Correa na batera.

Segue uma entrevista levada ao ar pela Rádio Capital em 26/03/2017, ocasião em que Antonio Aguillar conversou com Geraldo Alves. Ele contou alguns detalhes do início de carreira de Roberto Carlos, convidou para o lançamento de seu livro no dia 09 de abril, às 16h30 no Bar Brahma em São Paulo, e citou alguns cantores lançados por ele como Paulo Sérgio, Altemar Dutra, entre outros.

Ao final temos a oportunidade de ouvir um depoimento do saudoso Sérgio Murilo a Antonio Aguillar, contando por que cantava com as mãos…

Ouçam!

Geraldo Alves foi o primeiro empresário artístico de Roberto Carlos. Ele era açougueiro em Limeira, interior de São Paulo, e também acordeonista. Quando trabalhava com Roberto Carlos no inicio de carreira, Geraldo Alves levava Roberto a fazer shows em circos (era moda na época) e acompanhava o cantor com o seu acordeom ou sanfona, como era chamada na época, enquanto Roberto tocava seu violão.

.

SHOW DE RENATO E SEUS BLUE CAPS NO TEATRO BRADESCO EM SÃO PAULO (EU FUI!)

Amadeu Signorelli, Renato Barros, Lucinha Zanetti, Darcy Velasco, Gelsinho Moraes e Cid Chaves

Um fã faz tudo pelos seus ídolos, e eu não sou diferente.

Fui ao Show e queria registrar tudo, cada segundo, mas foi praticamente impossível, e apesar de ter feito três diferentes gravações, nenhuma ficou boa, e por este motivo peço desculpas aos artistas pela filmagem amadora, os vídeos estão bastante tremidos, mas ninguém pode imaginar o quanto eu me empenhei em registrar tudo pra compartilhar com meus amigos e fãs de Renato e Seus Blue Caps.
Foi a minha primeira vez no Teatro Bradesco em São Paulo, se eu soubesse teria me sentado na primeira fileira com uma cadeira de suporte para as minhas duas câmeras, o celular e um iPad (este ficou no meu colo…), além das baterias que comprei pra não deixar de filmar por falta delas… rsrs
Me desculpem pelas imagens, fiz o que pude, mas não sou profissional, sou apenas uma fã ardorosa da banda.

Renato e Seus Blue Caps – Show no Teatro Bradesco em São Paulo, realizado em 22 de março de 2017 – Parte 1

Camarim
Afinando os instrumentos
Entrada no palco
Começa o Show

.NO YOUTUBE

.

Renato e Seus Blue Caps – Show no Teatro Bradesco em São Paulo, realizado em 22 de março de 2017 – PARTE 2

Dona do meu coração (trecho)
Apresentação da Banda
Renato conta a historia do Blazer que está usando no Show
Eu não aceito o teu adeus
Eu sou apenas alguém
.

.

No Youtube

.

Renato e Seus Blue Caps – Show no Teatro Bradesco em São Paulo, realizado em 22 de março de 2017 – PARTE 3

Hotel California
Renato e Cid conversam
Ana
Playboy
Não volto não
Cláudia
Garota Malvada
Show de guitarra do maior guitarrista do Brasil, que fez a guitarra até gemer => Renato Barros!!!

.
NO YOUTUBE

.

Garota Malvada e o Show do maior guitarrista do Brasil, Renato Barros!

.

Renato e Seus Blue Caps – Show no Teatro Bradesco em São Paulo, realizado em 22 de março de 2017 – PARTE 4

Smile
Corcovado
Eu sei que vou te amar

Devolva-me
A Pobreza
Eu não sabia que você existia
Você não serve pra mim

.
NO YOUTUBE

.

E ainda tivemos o Show de Rock and Roll anunciado pelo Cid Chaves.
.

.

.

FOTOS

Posted by Lucinha Zanetti on Wednesday, March 22, 2017

.

RENATO BARROS E CID CHAVES ENTREVISTADOS POR ANTONIO AGUILLAR NO CAMARIM DO TEATRO BRADESCO EM SÃO PAULO

.

TIETAGEM NO HOTEL ANTES DO SHOW

Chegada de Renato e Seus Blue Caps no Hotel Blue Tree Towers Paulista Premium em São Paulo para o Show no Teatro Bradesco, em 22 de março de 2017.

Posted by Lucinha Zanetti on Wednesday, April 5, 2017

.

MAIS FOTOS

Posted by Lucinha Zanetti on Wednesday, March 22, 2017

.